DÚVIDAS SOBRE CABELOS


Dermatologista esclarece alguns dos mitos sobre os cuidados diários com os cabelos


A Dra. Maria Fernanda Reis Gavazzoni, dermatologista do Pantene Institute no Brasil, esclarece alguns dos mitos sobre os cuidados com as madeixas. Na entrevista a seguir, a médica responde às dúvidas mais frequentes dos consumidores sobre o tema.

É verdade que todo xampu é igual e que tanto faz a sua formulação já que o importante é que limpe os cabelos?

Não é verdade. Além da limpeza do couro cabeludo, é importante pensar na saúde dos fios. Um xampu inadequado pode ocasionar em aumento da eletricidade estática e maior fragilidade capilar, efeito frizz, dificuldade de desembaraçar e maior tendência de quebra e de falta de brilho.

Qual a importância de usar um xampu e um condicionador de qualidade no tratamento diário?

Proporcionar higienização, aliada a manutenção e saúde dos fios. Produtos de boa marca são o resultado de muita pesquisa na área de tratamento capilar e as empresas sérias tem responsabilidade e compromisso com o resultado a ser atingido e com a saúde do seu usuário.

Um bom xampu e condicionador podem ter a capacidade de tratar os fios?

Sim, porque possuem agentes condicionantes adicionados na mesma fórmula a fim de proporcionar uma higienização que não agride a haste capilar.

Sendo assim, um xampu e condicionador de qualidade podem substituir um tratamento semanal?

Em cabelos sem química e sem dano, sim. Cabelos danificados necessitam de hidratação semanal.

Em três meses de uso de um bom xampu e condicionador, qual o tipo de beneficio será possível perceber?

Melhora da resistência do fio, aumento da percepção do brilho, diminuição do efeito frizz e facilidade de desembaraçar o cabelo, mesmo seco.

É verdade que o cabelo acostuma com o xampu?  Qual a importância de usar o mesmo xampu e condicionador ao longo de meses?

Não há problemas se não houver excessos de resíduos no produto escolhido. De fato, algumas substâncias usadas para hidratação capilar tornam os fios pesados porque tendem a se depositar entre as escamas da cutícula. A higiene diária do couro cabeludo feita com xampus adequados e de boa qualidade, aliado ao uso de condicionadores com agentes hidratantes que não se depositam ao longo do tempo, permite seu uso prolongado, sem problemas.

Como escolher o xampu e condicionador certo para cada tipo de cabelo?

Para todas as pessoas, o uso de xampus e condicionadores a base de silicone proporciona uma lubrificação mais adequada, pois a ideia é que o silicone supra a falta dos lipídeos naturais dos fios danificados, formando um filme protetor ao longo da fibra capilar. O silicone diminui o atrito entre as fibras e facilita o pentear, além de possibilitar mais brilho e maciez. A diferença está no grau de oleosidade do couro cabeludo aliado às necessidades individuais de higienização diária ou não. Em geral, os produtos indicam na embalagem o tipo de cabelo para o qual se destinam. Para uma melhor orientação, uma consulta com o dermatologista pode ser necessária a fim de que se possa executar um melhor exame do couro cabeludo e da fibra capilar e a partir dai, indicar quais os produtos são mais adequados para cada pessoa.

É melhor usar xampu sem sal? Como identificar no rótulo se o produto contém ou não sal? 

Todo xampu contém sal, pois o cloreto de sódio é uma substância naturalmente formada dentro do frasco do xampu, devido à reação entre os componentes da fórmula. Por isso, não existe xampu sem sal. O que tem são xampus nos quais o sal não é adicionado como agente espessante. Lê-se esta informação nas linhas pequenas com asterisco: sem adição de NaCl.

Qual a vantagem de usar um xampu “dito” sem SAL?

Nenhuma. O mais importante é a permanência do sal sobre os cabelos. Xampus de qualidade devem remover qualquer resíduo de sal dos cabelos com o enxágue, tanto o sal adicionado como aquele originado pela combinação química da formulação. Além destes dois tipos de sal, há um que de fato prejudica os fios e deveria ser alvo de preocupação das mulheres. Trata-se do sal externo, encontrado na água do mar, na piscina, no suor e na maresia (que conta com miniparticulas de sal em sua composição). Este quando não removido totalmente das madeixas, acumula sobre o cabelo formando, retirando toda a água disponível nos fios. Isso causa ressecamento e impede a completa absorção dos agentes condicionantes. O resultado é cabelo pesado, seco e sem vida.

Com que frequência devemos lavar o cabelo? O condicionador precisa ser usado todas as vezes?

De preferência, lavar o cabelo todos os dias. Caso o cabelo seja muito denso ou volumoso e demore muito a secar, pode-se lavar uma vez a cada dois dias. O Brasil é um País muito quente e ocorre acúmulo de sebo (oleosidade) e suor no couro cabeludo, principalmente quando os fios são muito cacheados. A oleosidade que se acumula na pele do couro cabeludo pode gerar caspa, havendo necessidade de higienização.

Qual a importância do condicionador?          

O xampu deve ser seguido da aplicação de condicionadores para lubrificação da fibra e diminuição da eletricidade que provoca o efeito frizz. Quanto maior a umidade relativa do ar, maior o efeito frizz. O condicionador evita que o excesso de umidade do ar penetre nos fios, pois o filme do silicone exerce a função de barreira. O resultado é um cabelo disciplinado por todo o dia.

Por que não recomendam o uso de uma máscara de tratamento diariamente no lugar do condicionador?

A máscara possui uma maior concentração de agentes hidratantes e condicionantes. O seu uso diário pode provocar excesso de resíduo entre as camadas da cutícula. Seu uso deve ser no máximo uma vez a cada cinco xampus, dependendo do grau de dano que o cabelo apresenta.


Fonte:http://revistaanamariabraga.uol.com.br/beleza/duvidas_sobre_cabelo.html

 

As 25 respostas que faltavam para você deixar seu cabelo impecável.

 

1. Por que a maresia altera a aparência do cabelo?

R. Porque os fios absorvem a umidade do ar, que é maior nas cidades litorâneas. Os crespos ficam armados demais e os lisos, mais pesados. "Cabelos danificados ou que passaram por processos químicos são os que mais sentem essa diferença, porque têm as cutículas mais abertas", explica a dermatologista Cristiana Moron. Resolva o problema aplicando algumas gotinhas de silicone nos fios. Elas formam uma película isolante em torno deles, queimpede a penetração da umidade.

2. Como faço para tirar o cheiro de cigarro dos fios?

R."Os perfumes para cabelos dão uma disfarçada, mas só funcionam quando o cheiro não está muito forte", diz Célia Liberato, do salão L'Equipe. "Nesse caso, o resultado da mistura dos dois aromas pode piorar as coisas."

3. Há algum truque para abaixar os fios arrepiados?

R. "Passe de três a cinco gotinhas de silicone ao longo dos fios", recomenda o cabeleireiro Derly Silva, do Jacques Janine de Brasília. Se o cabelo for muito liso, diminua a quantidade para apenas duas gotas, senão ele pode ficar murcho. Outra opção é recorrer aos condicionadores sem enxágüe (leave-in).

4. Escovar os cabelos deixa os fios mais brilhantes?

R."Quando você escova, acaba fazendo uma massagem no couro cabeludo" diz o cabeleireiro Celso Kamura, do salão Spettacolo. "Isso faz bem para o crescimento dos fios, porque ativa a circulação sanguínea. Entretanto, não significa um ganho de brilho. E, em excesso, a escovação pode deixar o cabelo oleoso, uma vez que ela também estimula a produção de óleo", completa.

5. Existe algum jeito de fazer o cabelo crescer mais rápido?

R. Não. Aquela história de misturar anticoncepcional no xampu e outras receitas caseiras não têm comprovação científica. Agora, se o seu cabelo está maltratado e quebra com facilidade, ele vai demorar mais para crescer. Resolva esse problema com uma hidratação extra para reestruturar os fios.

6. Posso usar xampu para cabelo tingido mesmo que o meu não seja?

R. Sim. Cabelos que estão sempre expostos a secadores, baby liss ou chapinha ficam fragilizados e precisam de um condicionamento parecido com o dos tingidos. "Esses xampus fazem uma hidratação mais suave do que a dos cremes de tratamento e deixam os cabelos macios", explica Juha Antero, colorista do M. G. Hair Design.

7. É possível conseguir em casa uma hidratação bem-sucedida?

R. Sim. Lave os cabelos com xampu, enxágüe bem e aplique uma máscara hidratante. "O segredo é separar mecha por mecha e massagear uma por uma, para fazer com que o produto penetre em todos os fios", revela Sueli Martins, do W Higienópolis. Deixe agir por vinte minutos e retire. Não há necessidade de usar touca térmica.

8. Como posso remover os resíduos de mousse e gel que ficam impregnados no cabelo mesmo depois de lavados?

R. Aplique um xampu anti-resíduos uma vez por semana. Dica da consultora do site: Quando o seu xampu predileto não estiver dando resultados, aplique o anti-resíduos. Ele vai fazer uma limpeza profunda e deixar seu cabelo pronto para receber os ativos do seu xampu habitual como se fosse a primeira vez.

9. Tenho o couro cabeludo oleoso e as pontas secas. Como devo tratar meu cabelo?

R. Você precisa equilibrá-lo. Para isso, adote produtos específicos para cabelos mistos - existem xampus, condicionadores e cremes de tratamento no mercado. Eles removem a oleosidade da raiz e hidratam as pontas dos fios.

10. Que cuidados devo ter para impedir que os fios se quebrem?

R. Só penteie o cabelo molhado quando tiver usado condicionador ou creme; não torça nem esprema os fios quando secar com a toalha (enxugue com delicadeza). Se mesmo assim ele continuar quebrando, a causa pode estar na carência de nutrientes. Consulte um dermatologista, que poderá fazer um diagnóstico melhor.

11. Qual a diferença entre pomada, mousse e gel?

R. O gel é usado para modelar os fios, diminuir o volume do cabelo e ainda proporcionar um efeito molhado. A pomada é indicada para dar acabamento e definir o penteado, por isso deve ser usada nos cabelos já secos. A mousse, quando aplicada nos cabelos úmidos, ajuda a modelar e dá maior volume. Quando espalhada nos cabelos secos, confere uma aparência mais leve e solta ao penteado.

12. Ouvi dizer que o tecido da fronha do travesseiro pode alterar a textura do cabelo. É verdade?

R. Não. O que pode acontecer é os fios do cabelo ficarem elétricos quando o tecido da fronha for sintético.

13. Desde que começou a fazer regime, o cabelo de uma amiga começou a cair muito. Por quê?

R. Uma alimentação pobre em vitaminas, proteínas e minerais faz com que os fios de cabelo nasçam fracos e, conseqüentemente, rompam com maior facilidade. Para os cabelos ficarem lindos, brilhantes e fortes, fique de olho no que come.

14. É verdade que a textura do cabelo muda na gravidez?

R. Sim. Normalmente, as mulheres com cabelo crespo acabam perdendo seus cachos e os fios lisos ganham mais corpo. Isso acontece por causa do aumento de um hormônio chamado melanotrófico, responsável pela pigmentação, quantidade e textura dos fios. Quando a gestação termina, o hormônio volta às taxas normais.

15. É preciso passar o xampu duas vezes para o cabelo ficar bem limpo?

R. Depende. Quem lava o cabelo menos de três vezes por semana deve, sim, reaplicar o xampu, uma vez que os fios estarão mais engordurados e com maior acúmulo de sujeira. Agora, se você lava com freqüência, uma vez apenas é o suficiente.

16. É verdade que alterações emocionais podem afetar a saúde do cabelo?

R. Sim. O bulbo capilar é prejudicado quando você fica deprimida ou estressada, porque, nessas situações, a quantidade de nutrientes no sangue tende a diminuir. Pode desencadear ainda outro problema: a caspa. Mas ela só aparece se você tiver predisposição genética. Por isso, controle os nervos.

17. Quanto o fio de cabelo cresce por mês e qual o comprimento máximo que ele atinge?

R. O que determina o crescimento dos fios é uma boa alimentação. Em média, o cabelo cresce 1 centímetro por mês e, se não for cortado, pode chegar a 1 metro de comprimento (um fio de cabelo sadio dura cerca de oito anos).

18. Com o passar dos anos, quais as mudanças mais comuns no aspecto do cabelo?

R. O ritmo de crescimento pode ficar mais lento por causa das alterações hormonais, que acontecem com a idade. A cor também pode variar, em razão da queda de resistência e das disfunções hormonais que interferem na concentração dos pigmentos.

19. O ar-condicionado danifica os fios?

R. Sim. Ele deixa o ar mais seco, e isso se reflete no cabelo, que fica frágil e mais ressecado. Neutralize esse efeito protegendo os fios com silicone ou com um condicionador sem enxágüe.

20. Como evitar que meu cabelo arme depois de seco?

R. Isso acontece com maior freqüência quando ele está maltratado, com os fios ressecados e pontas duplas. Portanto, faça hidratação de quinze em quinze dias e não dispense o uso do condicionador. Além disso, prefira desembaraçá-lo enquanto estiver molhado, nunca seco, para evitar o atrito com o pente.

21. Não vivo sem fazer escova. Como proteger os fios da ação nociva do secador?

R. O expert Wanderley Nunes, do salão W Higienópolis, dá as coordenadas. "Antes de secar, aplique um produto que amenize o efeito da alta temperatura no cabelo, como os sprays antitérmicos. Durante a escova, não direcione o jato quente para a mesma mecha por muito tempo, evitando que o calor frite os fios." fotos still fábio heizenreder. Dica da consultora do site: Use os produtos da linha Vitaplant da Natura, ideais para tratar cabelos alisados por escovação ou processos químicos.

22. Qual a diferença entre cortar o cabelo com navalha e com tesoura?

R. A navalha dá um efeito mais desfiado e ajuda a diminuir o volume. "Ela é ótima para os cortes desalinhados, meio desmanchados", diz Célia Liberato, do salão L'Equipe. Já a tesoura é usada tanto para os cortes retos quanto para os repicados, mas sem eliminar demais o volume.

23. Para que servem os diferentes tipos de escova?

R. Escovas grandes e redondas, com cerdas em toda a volta, são usadas para alisar cabelos crespos. As de diâmetro menor servem para erguer a raiz dos cabelos lisos ou crespos. As retas, com cerdas só de um lado, têm função dupla: dão movimento e ajeitam os fios sem alisá-los. "Prefira as escovas de cerdas naturais às mistas, que possuem pontas de plástico e podem deformar com o calor do secador", explica a cabeleireira Gil Almeida, da Molinos & Train.

24. Ouvi dizer que pentes de plástico deixam os fios do cabelo eriçados. É verdade?

R. Se seu cabelo for liso e fino, isso pode acontecer, sim. O plástico é um material que conduz eletricidade e, por isso, ao entrar em contato com os fios, provoca um atrito e faz com que eles se arrepiem. Para evitar o problema, prefira pentes de madeira.

25. Como é possível acabar com as pontas duplas?

R. Para exterminá-las definitivamente, a solução é apelar para um corte. Para um efeito de emergência, você pode recorrer ao silicone, que gruda as escamas e as pontas duplas - mas isso vai durar apenas até a próxima lavagem

Fonte: Revista Nova

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

DIETA DETOX PARA MELHORAR MUITO PELE E CABELOS