Pular para o conteúdo principal

A NUTRIÇÃO E AS DOENÇAS DA ERA MODERNA - DR. STAFFAN LINDBERG(VÍDEO)

 
 
 Staffan Lindberg - A Nutrição e as Doenças da Era Moderna


Staffan Lindberg é um médico e investigador sueco, especialista em nutrição, que realizou um estudo sobre um povo que não tem doenças da Era Moderna. Nos anos 90, este médico trocou a sua casa por uma ilha nos Antípodas na Papua-Nova Guiné, juntamente com a sua família, e passou a viver na ilha de Kitava para estudar a população do ponto de vista médico.
"O meu objetivo era saber se seria possível que as doenças mais comuns nos países europeus estivessem mais ou menos ausentes ou mesmo completamente ausentes nesta sociedade."
A hipótese foi levantada com base em estudos anteriores de antropologia e etnologia; faltava um estudo no campo da medicina sobre os hábitos particulares deste povo, muito semelhantes aos dos nossos antepassados Homo sapiens.
"Eu estava à procura de vestígios de doença coronária, apoplexia e de outras doenças cardiovasculares comuns."
E o resultado:

"Não as encontrámos. Isto reforça a ideia de que a maioria das doenças comuns nos países ocidentais pode ser evitada. Claro que podemos pensar que estas pessoas são geneticamente diferentes de nós mas quando mudam para a cidade passam a ter estas doenças."
Foram estudadas 2300 pessoas na ilha de Kitava, mais 23000 pessoas de outras ilhas Trobiand; a ausência das chamadas doenças da Era Moderna dá que pensar... Numa sociedade de contornos primitivos e em que as mortes ocorrem geralmente por infeções ou por acidentes, os idosos mantêm-se ativos até tarde e não há sinais de demência ou de falta de memória.
"É muito difícil de provar mas eu acho que a grande explicação é a nutrição, muito mais importante do que outro factor do estilo de vida."
A alimentação dos habitantes das Trobiand é constituída por vegetais e raízes, peixe e grande quantidade de frutos; a ingestão de vitaminas, minerais e fibras é muito elevada e a de gorduras muito baixa.

"Eles não comem o tipo de alimentos que fornecem a maior parte das calorias nos países europeus. 70% ou mais das calorias, em países como a Suécia e acho que em Portugal é semelhante, vem dos cereais, lacticínios, margarina, óleos, gorduras refinadas e açúcar. É daqui que vem a maior parte das calorias. E, ainda por cima, temos um elevado consumo de sal. Acho que é algures aqui que reside a explicação", explica Staffan Lindberg.
A dieta natural dos habitantes de Kitava e das Trobiand é o que os nutricionistas atualmente apelidam de dieta do Paleolítico, para a qual o organismo humano está adaptado - cereais e comidas industriais são ainda demasiado recentes na história da evolução. Estudos como este reforçam a ideia de que muitas das doenças que sofremos podem ser evitadas.
 

 
 
Fonte:http://oplanetaquetemos.blogspot.com.br/2013/08/staffan-lindberg-nutricao-e-as-doencas.html

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …