Pular para o conteúdo principal

ESTUDOS DE GENE REVELA ORIGENS DE MUITOS CÂNCERES COMUNS



Estudo de gene revela origens
de muitos cânceres comuns

Em estudo publicado no periódico "Nature" em 14 de agosto de 2013, pesquisadores da Grã-Bretanha analisaram mais de 7.000 genomas, ou códigos genéticos, de formas comuns de câncer e descobriram 21 chamadas "assinaturas" dos processos que modificam o DNA. Eles afirmaram que se trata de um passo importante para descobrir os processos que provocam a formação do câncer e já sabem que isso é causado por mutações no DNA que ocorrem nas células do organismo durante a vida Porém, ainda precisam descobrir os processos biológicos que causam as mutações por trás dos cânceres mais comuns.

Pesquisadores na Grã-Bretanha prepararam o primeiro mapa abrangente dos processos mutacionais por trás do desenvolvimento de tumores - trabalho que no futuro deve levar a melhores métodos para tratar e evitar um amplo leque de cânceres.

Em um estudo publicado no periódico Nature nesta quarta-feira (14), pesquisadores que analisaram mais de 7.000 genomas, ou códigos genéticos, de formas comuns de câncer, descobriram 21 chamadas "assinaturas" dos processos que modificam o DNA.
"(Este) é um passo importante para descobrir os processos que provocam a formação do câncer", disse Serena Nik-Zainal, do Wellcome Trust Sanger Institute, que participou da pesquisa.
"Através da análise detalhada, podemos começar a usar as quantias impressionantes de informações enterradas fundo no DNA dos cânceres para nossa vantagem em termos de compreender como e por que o câncer surge".
Todo câncer é causado por mutação no DNA ocorrendo nas células do organismo durante a vida de alguém.
Cientistas são claros sobre algumas coisas, como que os químicos no fumo do tabaco provocam mutações nas células pulmonares que levam ao câncer de pulmão, ou que a luz ultravioleta causa mutações nas células da pele que levam ao câncer de pele.
Mas ainda precisam descobrir os processos biológicos que causam as mutações por trás dos cânceres mais comuns.
"Estamos começando a conhecer bastante sobre quais são as consequências daquelas mutações. Mas, na realidade, temos uma compreensão bastante rudimentar do que está provocando as mutações em primeiro lugar", disse Mike Stratton, diretor do Sanger Institute e pesquisador-chefe deste estudo.
"E, afinal de contas, as coisas que estão causando essas mutações são as causas do câncer".
A equipe analisou os códigos genéticos de 7.042 casos de câncer em pessoas do mundo todo, cobrindo 30 tipos diferentes da doença, para ver se conseguia encontrar padrões, ou assinaturas, dos processos mutacionais.
Descobriram que todos os cânceres continham duas ou mais assinaturas - uma descoberta que mostra a variedade dos processos que trabalham em conjunto quando se desenvolve um câncer.
Também descobriram que cânceres diferentes têm números de processos de mutação diferentes. Enquanto dois processos de mutação são a base do desenvolvimento do câncer de ovário, há seis por trás do desenvolvimento do câncer de fígado, disseram os pesquisadores.
E algumas assinaturas são encontradas em múltiplos tipos de câncer, enquanto outras são encontradas em um tipo. Dos 30 cânceres, 25 tinham assinaturas de processos de mutação relacionadas ao envelhecimento.
Stratton comparou os resultados a encontrar "traços arqueológicos" dos muitos processos de mutação que levam à maioria dos cânceres.
"Esse compêndio de assinaturas mutacionais e as consequentes deduções sobre os processos de mutação subjacentes a elas tem implicações profundas para a compreensão do câncer".

Fonte:http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/reuters/2013/08/14/

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …