Pular para o conteúdo principal

CÍLIOS LONGOS E VOLUMOSOS A QUALQUER HORA DO DIA OU DA NOITE

Cílios longos e volumosos a qualquer hora do dia ou da noite

Qualquer procedimento estético ou uso de produto para beleza precisa de atenção. Profissionais qualificados e experientes e acompanhamento médico podem evitar problemas e garantir a segurança.

 “Seus cílios são assim mesmo ou você faz alguma coisa? Aonde eu vou as pessoas me perguntam isso”. A declaração é da advogada de 35 anos Daniela Alves Guimarães. Ela faz parte de um grupo cada vez maior de mulheres que querem garantir um olhar marcante no dia a dia e aderiram ao alongamento de cílios. O efeito volumoso muito comum em casamentos, bailes de formatura e outras ocasiões especiais invade, aos poucos, escritórios, filas de banco e academias.

A popularização da técnica é estimulada ainda por vendas de kits na internet na linha do ‘faça você mesma’ e pelas revistas de celebridades que passaram a apontar quais estrelas aderiram ao procedimento. Nas clínicas especializadas de Belo Horizonte o preço médio da seção – que tem durabilidade de dois meses - custa R$ 200.

A extensão de cílios é um tratamento de beleza no qual fios sintéticos são colados, um a um, aos cílios naturais. Terapeuta ortomolecular em estética com especialização na França e design de sobrancelhas, Nilda Alves Durães explica que o método existe há mais de 15 anos, mas passou por evoluções que garantem a naturalidade do efeito. “Antes se colocava os tufinhos de fios sintéticos. Hoje, fazemos fio a fio. O produto é muito parecido com o cílio”, garante.

Segundo ela, as clientes querem não só alongar, mas também aumentar a quantidade. Para isso, usa a técnica da bifurcação e essa alternativa pode ser usada em mulheres que passaram por quimioterapia e perderam fios. “Nesses casos, preencho todo o espaço vazio e dobro a quantidade de fios da pessoa” explica.
                  
"Tudo precisa estar esterilizado, a higiene tem que ser redobrada e jamais se pode reaproveitar o que foi contaminado", alerta Nilda Durães
A profissional alerta, no entanto, que já socorreu pessoas que passaram pelo tratamento estético e manifestaram alergias. A falta de experiência ou conhecimento técnico, de acordo com Durães, faz com que profissionais colem o fio na mucosa ao invés de afixá-lo no próprio fio. “O produto não pode ter contato com o tecido, o trabalho deve ser feito ao longo do cílio”, explica. “Tudo precisa estar esterilizado, a higiene tem que ser redobrada e jamais se pode reaproveitar o que foi contaminado”, salienta.

Sobre a durabilidade, esclarece que a troca natural dos cílios – que passam pelas fases nascimento, repouso e queda – é de 60 dias. Outra dica da especialista é fazer a manutenção do trabalho. “A cola precisa ser retirada com um produto próprio. Não pode puxar simplesmente. É importante garantir a integridade do fio”, diz. A consequência, segundo ela, é mais um vício na lista feminina de cuidados com a beleza. “Você inventou mais uma coisa na minha vida, não consigo viver mais sem isso”. É esse o retorno que a terapeuta recebe. Daniela reverbera. “Logo que fiz a primeira vez gostei muito e já tem três anos que eu faço. Sempre que vou a Belo Horizonte passo na clínica”, afirma a morada de Lavras, no Sul de Minas.

Medicamentos também são opção

“Fios longos são mais femininos e nem percebo que estou com cílios que não são meus. O alongamento abre o olhar. Eu recomendo e adoro”, diz ainda a advogada. Sobre o uso de medicamentos que favorecem o crescimento dos cílios, Daniela diz que nunca usou. “Tenho um pouco de medo por causa das contra-indicações, de passar errado e manchar a pálpebra”, argumenta.

A opção, no entanto, agrada outras mulheres e não elimina o uso de rímel e cílios postiços, como é o caso da técnica de extensão de cílios. Segundo a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Carolina Marçon, a procura por esses produtos que fazem os cílios crescerem, ficarem mais espessos e até escuro, é muito grande. Porém, ela alerta que seu uso deve ser prescrito e acompanhado por um médico de modo a evitar problemas como: vermelhidão dos olhos, prurido (coceira) no local da aplicação, irritação ocular e olhos secos. Nesse caso, a obrigatoriedade da receita médica é um inibidor na comercialização desse tipo de substância.
                  
Aplicar o medicamento é simples, só precisa ter cuidado para não deixar o produto cair no olho
O produto que tem como princípio ativo o bimatoprosta - o mesmo encontrado em colírios utilizados no tratamento de glaucoma - foi recém-aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele é aplicado com um pincel pela própria mulher bem rente à raiz do pelo, como se fosse um delineador. “Alguns médicos perceberam que os cílios cresciam em pacientes que usavam esses colírios e a partir daí o produto passou a ser utilizado para fins estéticos”, afirma Marçon.

A especialista explica que aplicação deve ser feita com muito cuidado nos cílios superiores, pois em contato com a pele da pálpebra inferior pode provocar manchas. Além disso, pessoas com inflamações crônicas ou agudas nos olhos, como uveítes, conjuntivites, retinites devem evitar o produto. O mesmo vale para pacientes com história de implante de lente intra-ocular e inflamações na retina, mulheres grávidas e em amamentação.

Segundo ela, há ainda relatos de crescimento de pelos em locais não desejados, por isso, se a substância entrar em contato por acidente em qualquer parte do corpo que não os cílios, deve ser retirada com água e lenços de papel.

Os benefícios do tratamento começam a surgir em quatro semanas e o efeito máximo ocorre após três meses de aplicação. Se o uso for descontinuado, os cílios voltam a ser como eram antes. Assim, para manter o efeito obtido, é necessária a manutenção de duas a três vezes por semana.
Fonte:http://sites.uai.com.br/app/noticia/saudeplena/noticias/2013/04/23/noticia_saudeplena,143044/cilios-longos-e-volumosos-a-qualquer-hora-do-dia-ou-da-noite.shtml

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …