COMO ESCOLHER O SABONETE ADEQUADO PARA HIGIENE E HIDRATAÇÃO DA PELE

Optar pelo sabonete adequado faz diferença para a higiene e para a hidratação da pele

A função principal do sabonete é a higiene diária, mas ele pode ajudar também a hidratar e, assim, prevenir o envelhecimento.

Com tantos produtos à venda, o consumidor pode ficar confuso na hora de optar pelo sabonete certo. A função principal é a higiene diária, mas ele pode ajudar também a hidratar e, assim, prevenir o envelhecimento. Na hora de escolher, é recomendável ler as propriedades do produto, que devem se encaixar com o tipo de pele: normal, oleosa, seca ou sensível. A epiderme do rosto e do corpo são diferentes e, por isso, demandam sabonetes com funções distintas. A do rosto tem maior quantidade de glândulas sebáceas (produtoras de gordura), por isso, é mais oleosa. Já a do corpo está mais sujeita ao ressecamento.
 
Entre o sabonete em barra e o líquido, também existem diferenças. “Geralmente, os líquidos são mais próximos do nosso pH fisiológico, ou seja, do pH da nossa pele. Portanto, têm menor capacidade de ressecar. Os sabonetes em barra são mais alcalinos, podendo ser mais irritativos”, afirma a dermatologista Adriana Isaac. Entretanto, a médica ressalta que o efeito de cada sabonete vai depender da composição do produto e da quantidade de substâncias emolientes, ou seja, que hidratam a epiderme — o sabonete cumpre a função quando limpa sem remover em excesso a camada natural de hidratação, que a própria água quente do banho já agride.
 
Na hora de escolher o sabonete é recomendável ler as propriedades do produto, que devem se encaixar com o tipo de pele: normal, oleosa, seca ou sensível


No mercado, encontram-se sabonetes ditos “antibacterianos”. Segundo Adriana Isaac, o uso deles é benéfico em ambientes hospitalares ou por pessoas com infecções de pele frequentes, como furúnculos. No entanto, a médica alerta: “Em pessoas sadias, sem essas condições, não são indicados de rotina, pois podem causar uma seleção de bactérias na pele e levar à resistência bacteriana”. Outro tipo de sabonete que deve ser usado só de vez em quando é o esfoliante, pois remove a camada superficial da pele. Se a esfoliação é feita com frequência maior do que três vezes por semana, causa ressecamento e tira a hidratação natural da cútis.

Fórmulas infantis podem ser a solução para adultos com dermatites. “A pele infantil possui um sistema de defesa que não está amadurecido, portanto, isso a torna mais frágil e menos resistente aos agressores externos. Adultos com peles sensíveis e dermatites podem se favorecer do uso de sabonetes infantis justamente por essa razão”, orienta a médica. E atenção: espuma não significa qualidade. O que revela a capacidade de limpeza do sabonete é a quantidade de detergentes na fórmula. “A espuma se deve apenas à adição de substâncias espumantes, que são acrescidas na fórmula justamente para deixar os sabonetes mais comerciais”, completa Alessandra.
 

MELHOR SABONETE PARA SUA PELE

 

Conheça os tipos de sabonetes para cada tipo de pele e quando é melhor usar o sabonete líquido ou em barra


 
Existem diferentes componentes nos sabonetes
que hidratam a sua pele. Foto: Divulgação
Ao escolher, o consumidor deve atentar para o pH do sabonete, ou seja, o potencial hidrogeniônico do produto e verifi car se é compatível com o da pele”, afirma Paula Colpas, dermatologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). De acordo com a profissional,o pH pode variar numa faixa até 14, sendo que quanto mais próximo do 0, mais ácido; já se o valor está mais para 14, mostra um pH alcalino. O pH 7 é considerado neutro. Ossabonetes devem ter pH próximo ao da pele (que fica entre 5,4 e 5,6), para evitar alterações na acidez cutânea.
 
Cada tipo de sabonete, uma característica.
É importante saber que os sabontes têm componentes distintos e o que cada um deles pode fazer para apele. Os sabontes em barra são compostos de ácidos graxos de origem animal ou vegetal e possuem um pH na faixa de 8 a 9,5 (pH alcalino). Já os líquidos contêm detergentes e, geralmente, têm a vantagem de ficar com o pH mais próximo da neutralidade, podendo variar do mais ácido até o alcalino. Durante osbanhos, os especialistas recomendam optar pelas versões líquidas, por serem mais hidratantes. "Os sabonetes  em barra tendem a deixar a pele mais ressecada, pois na maioria das vezes há em sua fórmula soda cáustica e gordura animal. A função do sabonete é limpar a camada mais externa da pele, mas alguns removem a camada natural que ela possui", afirma Carolina Marçon, mebro da Sociedade Brasileira de Demartologia.

E a higiene íntima?

Diferentemente das outras partes do corpo, os órgãos genitaispodem ser higienizados mais de uma vez ao dia. O ideal é que os sabonetes íntimos sejam usados a partir da adolescência porhomens e mulheres. Existem diversos componentes nos sabonetes íntimos (como glicerina e ácido lático, por exemplo) que tentam manter o pH mais próximo do desejado na área genital. Nas mulheres, o produto deve ser usado apenas externamente, pois as duchas vaginais podem causar infecções, alergias e corrimentos. "O sabonete íntimo é indicado porque seu pH, que é ácido, mantém o pH vaginal também ácido. Dessa forma, os micro-organismos e lactobacilos presentes ali para proteger a mulher se mantêm vivos" diz Carolina.Os especialistas não aconselham o uso de sabonetes em barra para a limpeza dos órgãos genitais, pois além de aumentarem o risco de contaminação, por serem compartilhados por outras pessoas, ressecam ainda mais a pele. De acordo com o Guia Prático de Condutas sobre a Higiene Genital Feminina, desenvolvido pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), dificilmente só a água elimina as células mortas esecreções. Para Paulo Giraldo, ginecologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o pH das genitais femininas varia conforme a idade. “Os sabonetes para essa área são testados dermatologicamente e dificilmente trazem problemas à saúde, a não ser quando usados de forma inadequada ou em excesso, podendo provocar o ressecamento da região”, expõe.
 
Durante o banho, os especialistas recomendam
sabonetes líquidos por serem mais hidratantes
Foto: Divulgação.
O produto indicado para a sua pele

Com tantas opções na hora de comprar, podem surgir algumas dúvidas sobre qual é o melhor sabonete. De acordo com Carolina, é preciso levar em conta o benefício que ele pode trazer para o tipo característico de cada pele. “Dar uma boa olhada no rótulo
a melhor maneira de descobrir o produto ideal. Além disso, sempre é válido consultar um dermatologista, para que avalie adequadamente sua pele e indique com precisão o melhor sabonete para cada situação”, afirma. Confira outras dicas:
•Pele seca: necessita de uma limpeza mais eficiente e muita hidratação. Para evitar o ressecamento, o ideal é usar sabonetes com óleos vegetais, sem álcool, óleo de amêndoas, extrato de semente de uva e manteiga de karité.

•Pele oleosa: requer limpeza eficiente e hidratação leve. Recomendam-se produtos mais detergentes (sabonetes líquidos ou em gel), com ação adstringente e que consigam controlar a oleosidade. Procure sabonetes que tenham na fórmula ácido salicílico, enxofre, sulfacetamina sódica, própolis e hamamélis.

•Pele normal: o produto deve ser moderadamente hidratante, com ingredientes como cânfora e alantoína e dê preferência a sabonetes neutros.

•Pele sensível: opte por sabonetes neutros, líquidos ou em gel e destinados a bebês e crianças, que são menos agressivos. Procure por substâncias calmantes, como camomila.
 

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

DIETA DETOX PARA MELHORAR MUITO PELE E CABELOS