COMO ACABAR COM A GORDURA ABDOMINAL

Como acabar com a gordura abdominal?

Criolipólise congela células adiposas, que morrem e são eliminadas pelo corpo

Acabar com as gordura abdominal sem precisar de cirurgia ou qualquer tipo de intervenção. Essa é a proposta da criolipólise, uma novidade que vem conquistando um número cada vez maior de mulheres. O processo consiste no congelamento das células adiposas que morrem e são eliminadas naturalmente pelo próprio organismo. E o melhor: não tem volta.
A dermatologista Roberta Bibas, da Clínica Bibas, no Rio de Janeiro, explica que um aplicador, chamado ponteira, é encaixado na área do corpo onde está a gordura que se deseja eliminar. Essa ponteira emite ondas de ar frio que congela e cristaliza as moléculas gordurosas, fazendo com que sofram morte natural em até três meses. “Não é um procedimento de resultado imediato, a resposta só começa a aparecer depois de dois meses. Mas é definitivo, a gordura eliminada não volta mais”, afirma.
A novidade existe no Brasil há cerda de um ano e meio, quando surgiu o aparelho, que é patenteado com o nome criolipólise. Depois disso surgiram outros, mas a dermatologista alerta que os resultados não são os mesmos. “É importante procurar uma boa clínica e saber com que tipo de aparelho será feito, pois isso pode causar complicações. E durante o procedimento, que é feito por fisioterapeutas, deve haver sempre um médico presente, caso haja algum problema, como queda de pressão, que é muito frequente”, alerta.
O número de sessões depende de cada caso. Normalmente as mulheres costumam fazer uma ou duas. A indicação é apenas para os casos de gordurinhas localizadas. Quem está acima do peso deve, primeiro, perder alguns quilos. “Os resultados são melhores em quem está mais perto do peso ideal, por isso indicamos emagrecer um pouco antes de fazer o procedimento”, explica. O tempo da aplicação e o preço também variam de acordo com a área do corpo em que será feito. Quanto mais gorduras, mais ponteiras serão necessárias. Cada ponteira age por cerca de uma hora.
A área mais procurada é a barriguinha. Mas pode ser feito também nas costas, braços e flancos. Antes de fazer o procedimento é importante saber se há algum tipo de lesão na área ou alergia ao frio. E é preciso saber resistir à dor. “Os primeiros dois minutos são bem doloridos, por causa da sucção e do frio intenso. É como uma queimadura, a sensação de colocar a mão no gelo. Depois se acostuma com a sensação. Quando acaba também doi, tem que ser feita uma massagem no local. E há ainda a dor durante a recuperação, que é normal. Se for muito forte, pode até haver medicação oral”, finaliza.
Aprenda a fazer alguns sucos que ajudam a acabar com a barriguinha:

Tratamentos high tech modelam e evitam cirurgia plástica


Dermatologista indica três procedimentos que garantem a beleza corporal sem precisar entrar na faca


Quer um corpo perfeito sem precisar de cirurgia? Alguns tratamentos dermatológicos de alta tecnologia podem ajudar a atingir esse objetivo, te mantendo bem distante das perigosas operações. É o que garante a dermatologista Thais Pepe. “Se é possível optar por tratamentos menos invasivos e eficientes pra corrigir algo estético que te incomoda, um procedimento mais agressivo fica como segunda opção”, garante.

De acordo com a especialista, a diferença é que os procedimentos tecnológicos indicados não são definitivos, portanto, pode ser que em um segundo momento seja preciso apelar para a cirurgia plástica. Contudo, eles prolongam muito o bem estar corporal, adiando ao máximo essa intervenção. Confira algumas técnicas:
Para perder gordurinha localizada – Para fugir da lipoaspiração, um tratamento de efeito progressivo e sem agressividade pode resolver. A criolipólise é feita através do aparelho chamado coolsculpting, que elimina a gordura pelo congelamento das células lipídicas. De forma natural e gradativa o organismo libera esse excesso. O processo leva de seis a oito semanas para resultados visíveis, mas tem algumas restrições. Para conhecer mais e ver os cuidados necessários antes entrar na onda.

Criolipólise


Tratamento contra gordura localizada pode deformar outras partes


Mais novo método dermatológico para eliminar gordura localizada sem cirurgias, a criolipólise parece que veio para resolver todos os problemas. O tratamento não é nada invasivo e elimina a gordura localizada por resfriamento. Parece perfeito, mas existem restrições. Apenas as magrinhas devem optar pelo método, e devem ainda manter o peso, já que engordar após o procedimento pode causar deformação no corpo.
“O número de células adiposas no nosso organismo em geral não varia. Quando engordamos, as células gordurosas ou adipócitos aumentam de tamanho e quando emagrecemos, elas diminuem. Nos procedimentos onde os adipócitos são removidos (lipoaspiração) ou destruídos (criolipólise), a gordura desta área tende a não voltar e se o paciente ganha peso, as outras áreas ficarão mais intumescidas, levando a um aspecto ondulado e desnivelado próximo à área tratada”, explica a dermatologista Mônica Azulay, coordenadora do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro e diretora nacional da instituição.
O tratamento é feito com um aparelho chamado que apresenta uma ponteira acoplada à região que se pretende diminuir a área de gordura. A paciente fica por cerca de uma hora com esta ponteira, que atinge uma temperatura em torno de 2°C, cristalizando as células gordurosas do local. Após três semanas elas morrem e são eliminadas através da urina e das fezes. Em geral são indicadas de uma a duas sessões com intervalos de dois a três meses.
A recuperação também é tranquila, apenas algumas mulheres sentem alteração de sensibilidade local e um desconforto por algumas semanas. Entre seis e oito semanas aparecem os primeiros resultados, mas as células de gordura continuam a ser eliminadas por até quatro meses após o procedimento, dependendo do organismo de cada paciente. A modelagem só será mantida se a paciente não aumentar seu peso corporal.
Portanto, para quem tem o corpo sempre em dia e apenas não está contente com alguma gordurinha sobrando, é uma boa opção. “O método é indicado para pessoas saudáveis e que realmente precisem perder uma área pequena de gordura localizada. Aquelas que estão dentro de uma faixa de peso ideal, que se exercitem e que apesar de uma dieta saudável e dos exercícios, mantêm pequenas áreas de gordura localizada. Grávidas e pessoas com urticária ao frio não podem se submeter a este tratamento, ou que tenham lesões de pele no local a ser tratado”, orienta a especialista.

Tchau, marcas de expressão – O ulthera combate a flacidez através do ultrassom. O tratamento estimula a produção de colágeno e, como consequência, rejuvenesce a pele. Indicado para o rosto, mas também apresenta benefícios para o corpo, acabando com ruguinhas no joelho e cotovelo e também eliminando a flacidez corporal. O procedimento tem cerca de 30 minutos de duração a cada sessão e a paciente já apresenta melhora a partir da primeira sessão. 

Ulthera: revolução no tratamento da flacidez cutânea


pele-rosto-tratamentoSensação no último Congresso da Academia Americana de Dermatologia, realizado em março, em San Diego (EUA), já chegou ao Brasil o Ulthera, a mais avançada tecnologia no combate à flacidez cutânea, principalmente da face.
Já aprovado pelo FDA americano e também pela Anvisa para uso por aqui, o Ulthera é um ultrassom fracionado que tem como grande diferencial atingir a derme profunda e tratar a musculatura facial, que também sofre os efeitos do tempo, perdendo o tônus e ocasionando a flacidez da pele.
A nova tecnologia produz um efeito lifting natural e também atua promovendo a produção de colágeno novo, mantendo a pele jovem e firme por mais tempo.
O tratamento com o Ulthera é indicado para pacientes com flacidez leve a moderada no rosto, pescoço e área ao redor dos olhos. Ele melhora o contorno facial, a firmeza e o tônus muscular ao promover um aquecimento na camada mais profunda da pele, o que não ocorre com outras tecnologias existentes. Em apenas uma sessão já é possível notar excelentes resultados.
Recomendado para aqueles pacientes que desejam um rejuvenescimento significativo e bem natural, mas ainda não querem ou não têm indicação para se submeter a um lifting cirúrgico, o Ulthera representa um enorme avanço na área, por ser um procedimento não invasivo que trata a flacidez em todos os níveis e camadas da pele, atingindo até mesmo a musculatura facial.

Pele sempre jovem – Outro procedimento promissor para a estética é o tratamento por meio das células-tronco para promover o rejuvenescimento. “O que pode ser feito, é a reprogramação de fibroblastos de pacientes, obtidos a partir de biópsia de pele para obtenção de células que mantêm o background genético do paciente e assim, diferenciá-las para o tipo celular que se deseja estudar ou utilizar de forma terapêutica. Depois dessa análise, é feita a cultura injetável, onde são multiplicadas as células de crescimento no local de tratamento”, explica a dermatologista Thais Pepe.

Soluções naturais para a redução de gordura abdominal

solucoes-naturais-para-a-reducao-de-gordura-abdominal-2
Muitos estudos provam que ter gordura abdominal em excesso pode causar danos a sua saúde e aumentar o risco de doenças do coração, diabetes, síndrome metabólico e vários tipo de câncer. Às vezes chamado “obesidade abdominal”, o acúmulo de gordura na barriga pode ser resultado de comer em excesso, falta de exercícios e da diminuição da velocidade do metabolismo que costuma ocorrer a partir dos 40 anos.
Especialistas alegam que mulheres com um contorno de cintura de mais de 90 cm e homens com mais de 100 cm podem ter maiores riscos de contração de doenças relacionadas à obesidade. Em geral, seguir uma dieta balanceada para perder peso é o único método para reduzir a quantidade de gordura abdominal; no entanto, há também soluções naturais para esses casos.
1 – Soja
De acordo com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, os suplementos de soja podem ajudar a reduzir o acúmulo de gordura na barriga em mulheres obesas após a menopausa. No mesmo estudo, entretanto, a soja não ajudou a melhorar o metabolismo das mesmas.
2 – Probióticos
Um estudo europeu do ano de 2010 demonstra que os probióticos podem ser de grande utilidade quando de diminuir certa quantidade de gordura abdominal se trata.
3 – Chá verde
As propriedades do chá verde tem sido difundidas pelo mundo inteiro nos últimos anos. Foi provado que aumenta a velocidade do metabolismo, motivo pelo qual é utilizado como remédio natural para a obesidade abdominal.
Apesar de essas descobertas preliminares serem promissoras, é ainda muito cedo para recomendar o uso de apenas um remédio natural no tratamento da obesidade abdominal. Se você estiver procurando reduzir um pouco de gordura nessa região do corpo, é importante que combine uma dieta saudável com um programa de exercícios. Há também algumas evidências de que controlar seu estresse pode contribuir do mesmo modo.



Suco “queima-pneu” é aliado da dieta; aprenda a receita


Bebida ajuda a acelerar o metabolismo das gorduras e reduzir medidas


Crédito: Shutterstock
Crédito: Shutterstock
Fazer dieta não tem muito segredo: todo mundo sabe mais ou menos o que se deve ou não comer. Porém, existem alguns alimentos que, além de pouco calóricos e, portanto, amigos da balança, ainda auxiliam no processo de queima de gorduras e são capazes de dar um gás no emagrecimento.
É o caso das fibras. Além de ajudarem no bom funcionamento do intestino, elas conseguem potencializar a queima de gorduras. “As fibras funcionam como uma esponja no organismo, absorvendo gordura e carboidrato e eliminando-os através das fezes e da urina. Elas fazem uma espécie de faxina no corpo do que não é bom”, descreve a Dra. Sara Bragança, especializada em emagrecimento através da terapia ortomolecular e criadora da dieta que fez Bruno Gagliasso perder 17 quilos em quatro meses.
Veja abaixo uma receita de suco rico em fibras desenvolvida especialmente por ela para ajudar na eliminação da gordura localizada:
Ingredientes
1 ameixa-preta seca
2 fatias de abacaxi
3 folhas de hortelã
1 copo (200 ml) de água de coco
1 colher (sopa) de semente de linhaça dourada
Modo de fazer
Deixe a ameixa hidratar por oito horas na água dentro da geladeira. Junte aos outros ingredientes e bata no liquidificador. Beba imediatamente sem coar.
Veja outra receita de suco que emagrece:

Alimentos que ajudam a definir a barriga

alimentos-definem-barriga-158910201.jpgTHINKSTOCK
A conquista da barriga sarada é o sonho de muitas mulheres. Saiba que somente exercícios físicos não irão te ajudar a alcançar o seu objetivo, pois somente com uma alimentação adequada aliada ao exercício você conseguirá queimar a tão indesejada gordura abdominal. Confira cinco alimentos que ajudam a definir a barriga e mantenha a sua rotina mais saudável.

Carne magra (peixe, frango ou gado)

alimentos-definem-barriga-153902892.jpgTHINKSTOCK
Esses alimentos são ricas fontes de proteína, recomendados para as adoradoras de barrigas definidas. Eles fazem com que a musculatura fique tonificada junto a um bom treino na academia, ajudando a deixar a barriga durinha.

Ovos

alimentos-definem-barriga-122404341.jpgTHINKSTOCK
 Fonte de proteínas, os ovos possuem aminoácidos essenciais para o organismo, provocando uma digestão mais lenta, o que faz com que a fome seja saciada por mais tempo e com que o corpo elimine gorduras, principalmente as da barriga.

Alimentos integrais

alimentos-definem-barriga-179115607.jpgTHINKSTOCK
Além de todos os benefícios dos alimentos integrais, eles também ajudam no melhor funcionamento do intestino, fazendo com que o corpo libere hormônios que mantém o equilíbrio do corpo e fazem com que você perca gordura com maior facilidade.

Fibra de maracujá

alimentos-definem-barriga-160412355.jpgTHINKSTOCK
fibra de maracujá ajuda a eliminar toxinas e regula o funcionamento do intestino. Ela é perfeita para desinchar a barriga e suas fibras solúveis fazem com que ela seja uma grande aliada de dietas de emagrecimento.

Linhaça

alimentos-definem-barriga-181995751.jpgTHINKSTOCK
A linhaça ou farinha de linhaça ajudam a tirar gordura abdominal. A grande quantidade de fibras dessa poderosa semente controla o seu peso por proporcionar maior sensação de saciedade e diminuem o inchaço do seu corpo.

Alimentos que você não deve consumir

  • Alimentos congelados
  • Doces
  • Alimentos refinados (farinha branca)
  • Açúcar
  • Biscoitos recheados
  • Frituras

Dica para manter a barriga em forma

Além da prática de exercícios físicos regular e da alimentação saudável, você deve também beber no mínimo dois litros de água por dia para alcançar o seu objetivo com saúde.


Inimiga da dieta, latinha de cerveja equivale a 25g de bacon


Além de muito calóricas, as bebidas alcoólicas prejudicam emagrecimento

shutterstock
shutterstock
Quem faz dieta para emagrecer sabe a luta constante que é resistir aos docinhos, às frituras, ficar só na saladinha enquanto o pessoal se acaba no rodízio, etc. Aí, chega o final de semana e nos sentimos tentadas a recompensar todo esse esforço. Pedimos uma cervejinha, “só para aliviar o calor”, e juramos que não vamos passar de uma lata. E aí: pode?
Segundo a nutricionista Juliana Dragone, a resposta, infelizmente, é não. “O álcool engorda, e não é pouco. Ele é um macronutriente, ou seja, fornece energia, que é dada em forma de calorias”, explica. “Só para se ter uma ideia, a ingestão de uma lata de cerveja de 350ml equivale ao consumo de 25g de bacon”, compara.
O pior é que as calorias fornecidas pelo álcool são ditas vazias, ou seja, não fornecem nenhum tipo de nutriente benéfico, como vitaminas e minerais. “O álcool tem quase o dobro de calorias do que proteínas e carboidratos. Cada grama de álcool tem sete calorias, enquanto proteínas e carboidratos têm 4 kcal/g”, esclarece a especialista.
Mas não são só as calorias em excesso que tornam a inocente cervejinha do happy hour a vilã da dieta. “A digestão do álcool irrita as paredes do estômago, e qualquer enfraquecimento deste órgão diminui o ritmo e a eficiência da digestão, o que acaba por interferir no metabolismo e na perda de peso”, explica Juliana.
Outro órgão afetado negativamente pela bebida alcoólica é o fígado. Responsável pelo processamento e eliminação das toxinas e transformação da gordura em combustível, ele é fundamental para o processo de emagrecimento, que é prejudicado quando ocorre a ingestão excessiva.
Por fim, o álcool interfere nas taxas de testosterona. “Isso é um problema, porque a testosterona é poderosa tanto na construção muscular, quanto no aumento do consumo energético”, esclarece.
A nutricionista também lembra de outros fatores que contribuem para a característica “engordativa” da bebida alcoólica. “Primeiramente, o álcool não sacia. Além disso, é muito fácil perder a conta de quantos copos ou latinhas foram consumidos, e algumas bebidas ainda vêm com outros aditivos calóricos, como leite condensado, frutas, açúcar, etc. O resultado é uma bomba calórica.”
A triste – e óbvia – conclusão? “Devemos abolir o álcool da dieta, pois ele prejudica o objetivo de perda de peso”, orienta. No entanto, se em uma ocasião especial você não resistir à tentação e der uma escorregadinha, não precisa se martirizar. Beba dois goles de água a cada gole de bebida alcoólica para minimizar os danos e acompanhe com comidas pouco gordurosas.

Castanha, chá verde e suco de uva garantem cintura invejável a Ellen Roche


Atriz conhecida por curvas perfeitas revela os truques de sua alimentação


Cintura fininha é o sonho da maioria das mulheres, que amariam ter o corpo de violão de Ellen Roche. A atriz, que já passou dos 30 anos, sente cada vez mais dificuldade para perder uns quilinhos, e por isso não abre mão de uma alimentação saudável a fim de manter a silhueta.

“Sempre me permiti comer de tudo, acho que a gente nunca pode passar vontade, é importante só ter o cuidado de comer em pouca quantidade. Ainda mais porque com o passar do tempo fica mais difícil queimar calorias. Alguns anos atrás eu era capaz secar tudo em um único dia, agora já demoro mais tempo para perder”, conta a loira.
A genética favorece, mas malhação de duas a três vezes por semana e alguns alimentos em específico ajudam Ellen a manter a forma. A receita: duas castanhas do Pará por dia, chá verde gelado e suco de uva integral. “As castanhas são muito boas para ajudar a emagrecer e manter a pele sempre bonita. O chá verde eu sempre tomo antes do treino, que é para ter disposição e, como acelera o metabolismo, ajudar a queimar calorias. E o suco de uva integral é um grande truque! Todos sabem dos benefícios do vinho, mas ele possui álcool. Com o suco integral, aproveito todas as substâncias sem ter esse problema. Ajuda até na celulite!”, revela.
Mesmo sendo reconhecida como um símbolo sexual, Ellen Roche ignora o título. “Sou mais recatada e sempre opto por roupas que me deixem confortável. Dificilmente saio de minissaia, minha preferência é sempre a calça jeans. Ter um corpo como o meu não me permite abusar. Um decote ou roupa curta que ficaria chique em uma modelo acaba ficando vulgar em mim”.

Seque a barriga


Aprenda receitas de sucos que vão te ajudar a ter uma barriga lisinha


Secar a barriguinha é o desejo de 10 entre 10 mulheres. E o segredo pode estar na alimentação. A nutricionista Andréa Uzeda, da clínica Dicorp, explica que existem alguns alimentos que auxiliam na redução da gordura abdominal. Os termogênicos (chá verde, chá mate, chá de hibisco, pimentas vermelhas, gengibre, e especiarias como açafrão, cominho, canela, mostarda) aceleram o metabolismo, auxiliando a perda de peso e queima de gordura; os ricos em fibras (alimentos integrais, frutas, verduras, legumes) auxiliam a função intestinal e, consequente, a eliminação de toxinas; os anti-inflamatórios (gengibre, gergelim, sementes de girassol, leite fermentado, farinha de banana verde, alho) previnem o estoque de gordura abdominal; e os que possuem ômega 3 (atum, salmão, sardinha, linhaça, chia, e oleaginosas, como nozes, castanhas, avelãs), pois são ao mesmo tempo antioxidantes, anti-inflamatórios e termogênicos.“Muitas vezes, quando adicionamos alguns dos alimentos citados acima em alguma refeição aleatoriamente, pode haver diminuição da absorção dos mesmos, dependendo do que for consumido junto. Já no suco, há uma potencialização dos efeitos, pelo fato de um único suco reunir uma mistura de todos esses alimentos que auxiliam na redução de gordura abdominal”, afirma a nutricionista.
Confira algumas receitas desses sucos e escolha o seu preferido:
Morango com água de coco
7 morangos
250 ml de água de coco
1 colher de sobremesa de gengibre ralado
1 colher de sopa de linhaça dourada
Bater os ingredientes no liquidificador e coar.
Abacaxi com hortelã e chá verde 
4 colheres de sopa de abacaxi em cubos
2 ou 3 folhas de hortelã
250 ml de água de coco
1 colher de sobremesa de chá verde em pó
Bater todos os ingredientes no liquidificador.
Melancia com limão e canela
1 fatia de melancia
Suco de 1/2 limão
250 ml de água de coco
1 castanha
1colher de café de canela.
Bater todos os ingredientes no liquidificador.

Gergelim seca a barriga e ajuda a conquistar cinturinha dos sonhos


Semente de origem oriental é aliada das mulheres para ter corpo de violão


Fonte de proteínas, cálcio, ferro, ômega 3 e vitaminas E, B1 e B2, o gergelim pode ajudar a alcançar o objetivo de ter uma barriga sequinha e a cintura que toda mulher pediu a Deus. Isso porque a semente combina as ações dos seus diversos nutrientes e garante, se consumida da maneira correta, um emagrecimento saudável e eficiente.


“Oferece bons nutrientes para regulação de metabolismo, fibras para melhor trânsito intestinal e proteína de bom valor biológico, além de produzir sensação de saciedade. Aliado a uma dieta adequada, ele pode reduzir a inflamação produzida pelo sobrepeso e ainda apresentar ácidos graxos insaturados que regulam colesterol”, conta o nutricionista Fábio Bicalho, que explica ainda como usar o gergelim para ter uma barriga de dar inveja. “Podemos afirmar que o cálcio em doses certas favorece a regulação de peso e que, em função dos ácidos graxos como o ômega 3, pode diminuir a inflamação e o aumento da circunferência de cintura”.
É possível encontrar a semente de origem oriental em pães e bolachas. Também é indicado o consumo através da trituração, podendo ser adicionada a sucos, saladas e molhos. Existe ainda o óleo de gergelim, que pode ser usado em várias preparações, como saladas, sopas e molhos. Outra opção é o tahine, uma pasta saborosa que pode ser consumida em pães.
Contudo, existem alguns cuidados para aproveitar esses benefícios e evitar que o gergelim se torne um vilão. “Excesso nunca é recomendado e pode engordar por apresentar ácidos graxos”, alerta o nutricionista, que indica o consumo diário de aproximadamente uma colher de sobremesa das sementes ou do óleo. Além disso, devido ao alto teor de fibras, é necessário beber muita água – o recomendado são dois litros por dia. Gestantes devem consultar um.


Semente de Chia emagrece, rejuvenesce e previne doenças

Nutricionista confirma os benefícios do alimento que ajuda mais do que a linhaça

por Ana Flora Toledo
Não seria perfeito se um único alimento fosse capaz de emagrecer, acabar com o inchaço do corpo, melhorar a pele, abaixar os níveis de colesterol ruim e evitar a pressão alta ou até mesmo câncer? Pois, acredite, essa maravilha existe e se chama Chia!

A semente é sensação do momento entre os fãs das dietas e parece realmente milagrosa. “A ligação do consumo da chia com a perda de peso se deve ao fato da semente ter a capacidade de aumentar em até dez vezes seu peso ao ter contato com a água, quando forma um retículo e dá origem a soluções de alta viscosidade, responsáveis por auxiliar no funcionamento do metabolismo lipídico. Já no estômago, a chia retarda o esvaziamento gástrico, ajudando a reduzir o apetite e aumentando a sensação de saciedade”, explica a nutricionista Cátia Medeiros, que frisa ainda a possibilidade de a chia ser a solução para quem está muito acima do peso, sofre para perder medidas e dificilmente consegue atingir o objetivo.
Créditos: Thinkstock
Chia apresenta maior concentração de ômega 3 do que alimentos como linhaça ou salmão (Créditos: Thinkstock)
“O indivíduo em situação de obesidade apresenta um processo inflamatório que faz com que organismo retarde o envio da sensação de saciedade ao cérebro. É aí que a chia atua. A alta concentração de ômega 3 deste alimento – 4 g da chia integral tem o mesmo valor de ômega 3 encontrado em 150 g de salmão, peixe que apresenta grande concentração desse nutriente – ajuda a diminuir o processo inflamatório celular, colaborando para a regularização dessa resposta”, afirma.
Esse mesmo ômega 3 é encontrado nasemente de chia em uma concentração maior do que na linhaça, por exemplo. Aliado ao alto teor de fibras da semente, é o responsável por outros benefícios, segundo a especialista. “Estes dois nutrientes unidos conseguem diminuir as placas de gorduras nas artérias favorecendo a saúde cardiovascular e diminuindo os níveis de colesterol LDL na circulação. Além disso, ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos, uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando assim o aumento da pressão arterial”.
Chia é uma semente que se parece com as de papoula, podendo ser pequenas pretas, brancas ou acinzentadas. É cultivada em países como o México, Argentina, Bolívia, Guatemala, Peru e Colômbia. Em cada 100 g de semente existem 595 Kcal de energia, 16 g de proteínas, 44 g de carboidratos e 31 g de lipídios. Para consumir, basta adicionar a sucos, vitaminas, iogurtes, frutas e até mesmo em receitas de molhos de saladas, além de pratos em geral.

Como consumir


A indicação da nutricionista é comer duas colheres de sobremesa de chia diariamente, quantidade suficiente para melhorar o funcionamento intestinal e reduzir a sensação de fome. Deve ser ingerida 30 minutos antes das refeições, mas com alguns cuidados. “O consumo da chia é um auxiliar no processo de perda de peso. O seu uso sem nenhuma mudança no planejamento alimentar e também sem a adoção da atividade física, não vai promover o emagrecimento esperado. São necessárias outras mudanças que favoreçam a sua ação”, finaliza a especialista.
Créditos: Thinkstock
Semente amiga do coração, chia possui nutrientes que previnem contra doenças cardiovasculares (Créditos: Thinkstock)

Outros benefícios da Chia

Menos inchaço – Indiretamente, diminui o inchaço. “Com a sua ação na regulação do funcionamento intestinal e da pressão sanguínea, a retenção de líquidos, consequentemente, diminui”, diz a nutricionista Cátia Medeiros.
Pele mais bonita - As sementes de chia pertencem, tal como as de linhaça, ao grupo das sementes mucilaginosas. Elas formam um gel incolor quando entram em contato com a água. “Estas mucilagens são muito benéficas para o bom funcionamento do intestino. Ajudam a prevenir o acúmulo de toxinas no organismo, colaborando para uma pele mais saudável”.
Força e bom humor – É rica em cálcio, ferro e magnésio. Essa combinação é importante na manutenção da saúde, entre elas, da saúde óssea, na construção do tecido muscular e no controle do humor e combate ao estresse.
Longe de enfermidades - Fonte de vitamina B e possui forte atividade antioxidante, estando relacionada a um efeito protetor contra agregação plaquetária, anti-inflamatório e antiviral; também protege contra doenças cardiovasculares, câncer de pulmão e de estômago, além de promover melhora das funções cognitivas.
Fonte de proteínas - O perfil de aminoácidos (isoleucina, leucina, valina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano) da semente de chia permite que ela seja uma boa opção como fonte proteica.
Opção para quem possui doenças - O consumo regular destas sementes é ainda útil para controlar a pressão arterial elevada e o diabetes, já que ajuda no controle da glicemia. Por serem isentas de glúten, são uma excelente opção também para celíacos.
Quer mais? - Previne envelhecimento precoce, melhora imunidade do organismo, reduz sintomas de déficit de atenção e hiperatividade.
Confira no vídeo outros alimentos que ajudam a emagrecer:
00:00 / 04:01

Como ter barriga chapada


Aprender como ter uma barriga chapada não é tão difícil quanto parece. Fazer aquela dieta maluca ou passar mais tempo na academia do que se divertindo não é a solução para quem deseja alcançar esse objetivo. Nós separamos simples dicas para conquistar esse efeito e desfilar no verão com aquele corpo sarado e repleto de curvas.

Abdominais para barriga chapada


O ideal é apostar na combinação infalível entre abdominais e exercícios aeróbicos para conquistar a barriga chapada. O que elimina a gordura é a queima de calorias e, ao fazer abdominais, o gasto calórico é baixo. Por isso, esse tipo de exercício serve apenas para fortalecer a musculatura e não para eliminar a barriga. Esteira, transport e bicicleta são boas opções de atividades aeróbicas. No entanto, para chapar o abdômen é necessário investir também em uma alimentação balanceada e acertar na dose de atividades. Sim, se você tiver um bom preparo físico. Para começar, o ideal é fazer abdominais dois dias e descansar um.
Quando se trata de malhar abdômen, o importante não é apenas o número de repetições mas também o tipo de estímulo dado aos músculos. Realize movimentos que trabalhem músculos distintos (reto, oblíquos e transverso). Invista em exercícios de isometria (prancha, por exemplo) em um dia e no outro aposte em movimentos com sobrecarga, para o corpo não se adaptar ao estímulo. Variar o número de séries e repetições, diminuir o tempo de intervalo entre os exercícios e modificar a amplitude dos movimentos também são boas saídas para deixar a barriga retinha.

Tipos de exercícios para a barriga


O ideal é iniciar com o exercício localizado e depois partir para os aeróbicos. Quando você começa a se exercitar, o organismo utiliza como combustível o glicogênio, uma substância que é armazenada nos músculos. Ao terminar os abdominais e começar a caminhada, o estoque de glicogênio já estará baixo e o seu corpo precisará recorrer a uma outra fonte de energia, a gordura. Como o aeróbico exige mais energia e o organismo já vai começar a atividade queimando gordura, você vai emagrecer mais rápido do que se fizesse o contrário.
Deitada, de barriga para cima, posicione as duas mãos embaixo do quadril, servindo como apoio ao corpo. Estique as duas pernas para cima, formando um ângulo de 90 graus. Mantenha a posição por 30 segundos ou faça 20 repetições. Se você tiver dores na região lombar, pode adaptar o exercício: deitada, com a barriga para cima, flexione os joelhos em direção ao peito. Estenda as pernas de forma que os pés apontem para cima. Mantenha a posição por 30 segundos ou faça 20 repetições. Nos dois exercícios, você pode fazer de 3 a 6 séries de 20 repetições ou incrementar o treino realizando 3 séries de 20 repetições + 3 séries de 30 segundos.


Barriga chapada: veja os exercícios para conquistar abdômen dos sonhos

Aprenda a fazer cinco exercícios para eliminar gordurinhas


Para ficar em forma, não é necessário dedicar mais de uma hora do seu dia na academia de ginástica. O segredo para conseguir aquela barriga retinha, sem os temíveis pneuzinhos, é apostar em exercícios específicos. O professor de educação física Rodrigo Nadal montou um treino prático e rápido para você se exercitar. “Preste atenção na postura. Os exercícios devem ser realizados respeitando o alinhamento postural. E lembre que, aliada à reeducação alimentar, a atividade física trará melhores resultados”, avisa.

Abdominal (Flexão parcial do tronco) – Realizar de três a quatro séries, de 15 a 20 repetições, três vezes na semana em dias alternados.
“Com os joelhos flexionados em 90º, deitado e com a barriga para cima, eleve o tronco até o ponto onde a escápula é erguida do colchonete. Os dedos ficam entrelaçados atrás da cabeça, sem forçar o pescoço.”
Abdominal (Flexão inversa com joelhos flexionados) - Realizar três a quatro séries de 15 a 20 repetições, três vezes na semana em dias alternados.
“Deitado e com as mãos ao lado do quadril, o praticante vai elevar a pelve trazendo o joelho na direção do peito. As coxas são mantidas imóveis durante o exercício.”
Abdominal (Flexão parcial do tronco com rotação) - Realizar três a quatro séries de 20 a 30 repetições, três vezes na semana em dias alternados.
“Com os joelhos flexionados em 90º e deitado com a barriga para cima, eleve o tronco até o ponto em que a escápula é erguida do colchonete, fazendo rotação do tronco alternando os lados. Os dedos ficam entrelaçados atrás da cabeça.”
Pular corda – Realizar 30 minutos do exercício, podendo parcelar em séries de 2 a 3 minutos com descanso de 30 segundos. Quatro a seis vezes na semana.
“É um exercício de característica aeróbia. Gire a corda envolvendo todo o seu corpo e salte no momento em que a corda passar pelos seus pés. O salto deverá ser feito com os dois pés ao mesmo tempo.”
Polichinelo - Realizar de 20 a 30 minutos do exercício, podendo parcelar em séries de dois a três minutos com descanso de 30 segundos, quatro a seis vezes na semana.
“Para finalizar, outro exercício de característica aeróbia. Deverá começar com os pés unidos e os braços ao lado do corpo em pé. No momento em que os pés se afastam, os braços se abrem até as mãos se encontrarem acima da cabeça. Em seguida, volte à posição inicial.”

Musculação ajuda a emagrecer e é essencial para manter a boa forma


Atividade ajuda a aumentar o metabolismo do corpo e a potencializar a queima de gorduras


Quando se trata de emagrecimento, a maioria das pessoas acha que os exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida, bicicleta e etc., são os mais indicados e eficazes. De fato, esse tipo de atividade provoca um gasto calórico elevado no momento em que é realizado e é importantíssimo para a queima de gorduras. No entanto, o que nem todos sabem é que amusculação – ou exercício anaeróbico – também é um fator importante para a perda de peso e, mais importante, é fundamental para a manutenção da boa forma após o emagrecimento.

Em termos de gasto calórico, o exercício aeróbico tem um resultado mais expressivo. “Uma aula de spinning de uma hora, para uma pessoa que tem 70kg, consome cerca de 500kcal, enquanto a musculação moderada queima 350kcal”, compara o profissional de Educação Física Marcelo Ferreira Miranda, membro do Conselho Federal de Educação Física.
Outro ponto positivo para esse tipo de atividade é a fonte de energia que ele utiliza. “O substrato energético usado no exercício aeróbico é fundamentalmente gordura, enquanto que, na musculação, é o carboidrato. A grande reserva de gordura que temos é a subcutânea, que é a que queremos emagrecer. Já os carboidratos são reservas que se alojam no músculo, na própria corrente sanguínea, no fígado, etc. Por isso, o ideal para quem quer emagrecer é metabolizar a gordura”, explica o especialista.
A musculação, por sua vez, ajuda não só a potencializar o exercício aeróbico, mas também a aumentar o gasto calórico durante as atividades do dia a dia e, principalmente, a manter a boa forma. É importante deixar claro que, neste contexto, musculação não significa necessariamente levantar peso: qualquer atividade que envolva estímulo neuromuscular, como ginástica localizada, se enquadra na categoria.
O primeiro benefício do exercício anaeróbico é que, à medida em que o indivíduo ganha massa muscular (ou massa magra), sua taxa metabólica de repouso aumenta. Isso significa que, se antes ele gastava 2.000kcal por dia nas atividades corriqueiras, como andar, dormir, tomar banho, etc., com o aumento de músculo, ele passa a gastar mais. “As células musculares têm uma quantidade de mitocôndrias muito maior, que exigem um grande suprimento de energia”, explica Marcelo. Segundo ele, a taxa metabólica aumenta proporcionalmente ao ganho de massa magra. “Se eu ganhar 5% do meu peso corporal em massa muscular, vou aumentar meu metabolismo em 5%. Em uma pessoa que normalmente gasta 2.000kcal em repouso, isso significa 100kcal que vão ser gastas a mais, 24 horas por dia”, esclarece.
Outro ponto positivo da musculação é que, após o término do exercício, o corpo continua gastando energia por um período relativamente longo, podendo se estender até o dia seguinte. Isso acontece porque, durante esse tipo de exercício, o músculo passa por um processo de catabolismo, ou seja, é degenerado. No momento seguinte, ele precisa se recompor. Para que isso aconteça, o organismo entra em estado de anabolismo, o que vai regenerar o músculo e torná-lo ainda mais forte e resistente. “Esse processo de recuperação do exercício muscular exige muito mais caloria do que o aeróbico. Tanto que a musculação requer um tempo de descanso maior, enquanto o aeróbico não, você pode facilmente praticá-lo duas vezes no mesmo dia”, comenta Marcelo.
Além da contribuição que dá ao emagrecimento em si, o exercício anaeróbico também provoca o fortalecimento da musculatura, o que diminui o risco de lesão durante a ginástica aeróbica e ajuda a potencializá-la, uma vez que o indivíduo conseguirá se exercitar por períodos mais longos e com maior intensidade.
Por fim, fazer musculação melhora a autoestima. Segundo pesquisa recente, uma pessoa que está sedentária há algum tempo e passa a fazer exercícios físicos começa a se achar mais bonita, mesmo que ainda não consiga ver os efeitos estéticos. De todas as atividades, a musculação é a campeã da melhora na imagem corporal, o que, segundo Marcelo, pode estar associado aos ganhos rápidos que essa atividade traz, como melhora na funcionalidade e disposição. Isso, ainda de acordo com ele, serve de estímulo para que a pessoa continue a se exercitar.
Cuidados

A orientação de Marcelo, portanto, é que os dois tipos de exercício sejam equilibrados, opinião dividida com a grande maioria dos profissionais da área. “O ideal é que o aluno faça as duas atividades no mesmo dia, começando pela musculação. Quando ele chega na academia, seu estoque de glicogênio está elevado, e quem precisa dessa substância é o exercício muscular. Fazendo isso, ele consegue otimizar o exercício aeróbico e acelerar o consumo de gordura”, indica o especialista, que ainda recomenda que o treino seja feito todos os dias. “Se o aluno não tem tanto tempo disponível, aí pode fazer musculação em um dia e ginástica aeróbica no outro”, completa.
Emagrecer fazendo só musculação é muito mais difícil, pois o processo será bem mais demorado e exigirá uma grande redução calórica. Já o exercício aeróbico sozinho, além de aumentar o risco de lesões, ajuda na queima de gordura rápida apenas em um primeiro momento, tornando o processo mais difícil com o tempo. Quem emagrece fazendo só exercício aeróbico tem muita dificuldade em manter a boa forma. Além disso, a ginástica feita de modo constante provoca a diminuição do nível de massa muscular e, consequentemente, do metabolismo.
Outro ponto importante é que, apesar do fortalecimento da musculatura, o profissional garante que as mulheres que fazem musculação não precisam se preocupar em ficar “com corpo de homem”, uma vez que o nível de testosterona nelas é bem menor e, portanto, isso só seria possível com o uso de esteroides anabolizantes.


Médica dos famosos ensina segredos para exterminar gordura localizada


Canela, gengibre e pimenta são alimentos milagrosos contra a gordura abdominal


Se existe algo que toda mulher abomina, é a gordura localizada. Quando engordamos um pouquinho e acumulamos gordura no bumbum, coxa ou culote, muitas vezes nem dá para notar. Mas os pneuzinhos não perdoam, e basta aparecer uma leve protuberância na região do abdome para que mais nenhuma blusinha caia bem e para que a calça jeans teime em apertar.

Exageradas? Pode até ser. Mas acontece que os riscos da gordura abdominal não estão restritos apenas à questão estética. Esse tipo de acúmulo é mais nocivo ao corpo do que qualquer outro tipo de gordura localizada, pois está associado a problemas como doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol alto e trombose, entre outros.
Segundo a Dra. Sara Bragança, especializada em emagrecimento através da terapia ortomolecular e criadora da dieta que fez Bruno Gagliasso perder 17 quilos em quatro meses, a gordura abdominal é, até certo ponto, benéfica para o corpo. “O organismo cria gordura nessa área do corpo justamente para proteger os órgãos internos contra traumas”, explica.

Veja a dieta que fez Bruno Gagliasso perder 17 kg em quatro meses

Alimentação do ator foi limitada a 1.200 calorias por dia e combinada a um intenso treino físico

Crédito: AgNews
Crédito: AgNews
Entre o personagem Berillo, da novela Passione, e o Timóteo, de Cordel Encantado, o ator global Bruno Gagliasso, que havia ganhado muitos quilos desde sua lua de mel na Itália, buscou auxílio profissional para entrar em forma para o próximo trabalho. O resultado foram 17 quilos eliminados em apenas quatro meses.
A gordura localizada no abdome, também conhecida como pneuzinhos, é muito difícil de eliminar. É comum observar casos de pessoas que conseguiram emagrecer muitos quilos, mas, no final do processo, acabaram estagnadas com aquele resquício de gordura abdominal que teima em não sair.
Crédito: Shutterstock
Para auxiliar no processo, a médica especializada em emagrecimento através da terapia ortomolecular Dra. Sara Bragança, que é criadora da dieta que fez Bruno Gagliasso perder 17 quilos em quatro meses, desenvolveu um modelo de dieta específico para acabar de vez com os pneuzinhos.
Fonte:http://www.bolsademulher.com/corpo/
O processo de emagrecimento do ator combinou uma série de exercícios físicos e lutas como jíu-jitsu, boxe e muay-thai com a dieta metabólica de 1.200 calorias por dia desenvolvida pela Dra. Sara Bragança. Ela revela o cardápio milagroso:
Café da manhã
2 bananas prata médias amassadas
2 colheres de aveia em flocos
1 colher (chá) de mel
1 fatia de queijo branco
Lanche da manhã
1 laranja média
Almoço
2 colheres (sopa) de arroz integral
1 colher (sopa) de lentilha
1 filé de frango médio
2 colheres (sopa) de couve refogada
4 folhas de alface
1/2 tomate
1 colher (chá) de azeite
1 taça de gelatina diet
Chá puro ou com adoçante
Lanche da tarde
1 copo de iogurte de fruta diet (zero gordura)
2 colheres (sopa) de granola
Jantar
2 colheres (sopa) de cottage
1 colher (sobremesa) rasa de maionese light
2 fatias de peito de peru light
4 folhas de alface
1 cenoura pequena crua ralada
1 fatia de pão de centeio
1 fatia média de abacaxi
Ceia
1 xícara  de chá de erva-doce, hortelã ou camomila (exceto chá preto ou mate)
2 cream crakers

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

DIETA DETOX PARA MELHORAR MUITO PELE E CABELOS