VEJA NOVAS TÉCNICAS PARA OS CÍLIOS QUE PROMETEM DEIXAR O OLHAR MAIS MARCANTE


  • O uso de fios sintéticos sobre os naturais está entre as técnicas de alongamento de cílios O uso de fios sintéticos sobre os naturais está entre as técnicas de alongamento de cílios

Veja novas técnicas para cílios que prometem deixar o olhar mais marcante

O que a personagem Betty Boop tem que toda mulher gostaria de ter? Cílios longos e impactantes. Conquistar um olhar marcante é um desejo comum, afinal, ele estabelece o primeiro contato com as pessoas e pode entregar sensações como cansaço e tristeza. Para isso, máscaras e cílios postiços são fundamentais para criar um visual delicado, porém o mercado da beleza vem se reinventando para oferecer propostas que atendam às queixas, como falta de volume, pouca curvatura e comprimento discreto.
Antes de escolher um produto que prometa resolver seus problemas, é importante saber que o próprio processo de envelhecimento pode levar a diminuição da quantidade ou mesmo da qualidade dos fios, que ficam mais finos e quebradiços "Os cílios são reconhecidos como símbolo de beleza e feminilidade e, assim, sua diminuição (hipotricose) pode estar associada à perda de atratividade. Isso explica o grande interesse e fascínio que os produtos para tratamento dos cílios exercem nas mulheres", comenta a dermatologista Silvia Zimbres, de Sã Paulo.
Pequenos, porém importantes para a saúde dos olhos, os cílios além de embelezar, são protetores naturais contra agressões externas, como sujeiras, micro-organismos e a própria luz solar, funcionando como uma barreira capaz de ajudar a manter a saúde ocular. Daí a importância da escolha de técnicas, produtos e tratamentos para essa parte do rosto com cautela. "Lembrem-se de optar pelo uso de produtos aprovados pelas agências regulatórias e com a devida comprovação científica, fabricados por empresas com tradição para que, além da beleza, consigam manter a saúde dos olhos, que é crucial", explica Lú Rodrigues, fundadora da Maison Lu Make-Up, em São Paulo.
A seguir, veja dicas sobre como valorizar o efeito das máscaras de cílios com tratamentos profissionais.

Alongamento dos cílios

O uso de fios sintéticos, de tamanho, curvatura e espessura variada é uma técnica indolor e cria resultado natural. Os tufos são posicionados sobre os pelos naturais e fixados com uma cola semipermanente, que não irrita ou danifica os originais. "Ainda assim, há possibilidade de surgir alguma reação alérgica, e, por isso, há colas com componentes diferentes para evitar irritações. O ponto negativo é que as colas indicadas para alta sensibilidade têm durabilidade menor", alerta Miriam Florêncio, fundadora da clínica Floren Cílios & Cia, em Goiânia. São necessárias de duas a três horas para que o olhar à la Betty Boop seja conquistado, além de retoques a cada duas semanas. Segundo Miriam, molhar ou coçar os olhos após o procedimento e nas 24 horas seguintes, assim como cosméticos à base de óleo e atividades que provoquem a transpiração devem ser evitados. "Também recomendo máscaras de hidratação e fortalecimento próprias para alongamento de cílios, já que há cola sobre o fio natural. Além disso, a cada três meses, dê pausas no procedimento para não danificar os cílios", aconselha Miriam.


Arquivo pessoal

A empresária Daniele Flöter Rassi aderiu ao alongamento para evitar o uso de cílios postiços e máscaras


Estimular o crescimento dos fios

O Latisse é um medicamento que, entre outros benefícios, estimula o aumento da espessura, o comprimento e escurecimento dos fios. "Originalmente criado para tratamento do glaucoma, o princípio ativo do Latisse é a bimatoprosta, substância que age na fase de crescimento dos fios dos cílios, aumentando a quantidade de pelo, a espessura e o comprimento. Ele não atua sobre folículos que não estejam ativos e também não cria mais folículos além do que já é estabelecido geneticamente. Ou seja, a paciente terá um aumento normal na quantidade de cílios e não corre o risco de ter uma porção desproporcional de pelos", explica o dermatologista Marcelo Bellini, de São Paulo. Segundo ele, os primeiros sinais de melhora surgem após dois meses de uso contínuo. Já o resultado final é observado de 12 a 16 semanas. O produto requer prescrição médica e é utilizado de forma tópica, na margem da pálpebra superior com pincéis descartáveis, que são vendidos juntamente com o medicamento e que têm formato desenvolvido especialmente para essa aplicação.

O processo é semelhante ao uso de um delineador. Ao piscar, o produto se espalha até atingir os cílios inferiores. "A utilização deve ser feita uma vez ao dia, preferencialmente à noite, após a limpeza dos olhos, e somente na base dos cílios superiores. Após atingir o máximo de crescimento,  o uso passa a ser em dias intercalados para a manutenção do resultado", complementa Silvia Zimbres. "Como o produto atua no ciclo de vida dos cílios, o pelo estimulado fica mais longo, grosso e escuro até sua queda. Ao interromper a aplicação, os cílios voltam ao normal gradativamente, por isso, é fundamental a continuidade", diz Silvia, que ressalta a importância do acompanhamento profissional para avaliação de riscos e contraindicações. "Ele não deve ser usado por indivíduos com hipersensibilidade à bimatoprosta ou aos outros componentes da fórmula. Se aplicado corretamente, não há risco para a visão, pois o produto não deve entrar nos olhos. Pode haver um aumento, geralmente transitório, da pigmentação da pálpebra superior (discreto escurecimento), que melhora com a interrupção do tratamento. Há relatos de vermelhidão mais comumente observados, o qual deverá ser informado imediatamente ao médico", conclui. 

Permanente de cílios

A técnica, que promete curvatura mais acentuada, utiliza um produto específico e uma espécie de bobe descartável para modelagem. "Antes de realizar o procedimento, faço um teste na orelha para ter a certeza de que a cliente não irá apresentar hipersensibilidade ao líquido", conta Regiane Sanrri, maquiadora do salão Square Hair & Care, em São Paulo. O efeito dura, em média, dois meses e pode ser combinado ao tingimento dos fios para um resultado mais completo.

Cor marcante


O processo é indicado para mulheres loiras que desejam dar mais destaque aos cílios clarinhos. Os profissionais usam uma coloração específica, porque os cílios são muito delicados. O resultado dura mais ou menos um mês.

Crie um olhar poderoso reforçando a máscara na raiz dos cílios; aprenda


Indispensável em qualquer maquiagem, a polivalente máscara para cílios tem como função alongar, dar volume e curvar os fios, de acordo com a escovinha que acompanha cada produto. Na última temporada de moda, ela desempenhou papel especial nos desfiles de grifes como Just Cavalli, em Milão, que usou um truque para dar profundidade e destaque ao olhar, sem o auxílio de cílios postiços. O reforço da quantidade de máscara na raiz dos cílios é artifício para um visual sexy e natural, que funciona em qualquer ocasião. Para isso, a maquiadora Cecília Macedo, da Capa Management, em São Paulo, traz as dicas sobre como criar o efeito.
Aplicação
Antes da máscara, Cecília ensina uma manobra que alia cor e volume. Comece passando lápis preto rente aos cílios superiores, porém, sem tocar a linha lacrimal. "Neste passo, os fios estão em foco. O lápis é mais funcional para atingir o objetivo, por isso evite o uso de sombra ou pincel", explica. A seguir, o uso do curvex também turbina o resultado final. "Ao posicioná-lo, verifique se todos os fios passaram pelo acessório e apenas aperte para não quebrá-los ou arrancá-los", ensina.

  • Christian Parente/Montagem/UOL
Com os cílios alongados e curvados, escolha a máscara de sua preferência para fazer a aplicação. Após mergulhar a escova no produto, dê leves palmadinhas na parte interior da raiz dos cílios, como se estivesse carimbando-a. "Para fazer esse movimento, mantenha a haste na posição horizontal. Se estiver na vertical, a raiz ficará grudada, e os pelos separados, deixando o look artificial", explica a profissional.
A maquiadora também chama atenção para o tipo da escova. "A melhor haste é a volumosa, pois ela evita que os fios fiquem muitos separados", explica. Para um resultado eficaz, faça o movimento do carimbo várias vezes, sempre mergulhando a escova no produto, e levando apenas o restante para as pontas.   
Já na parte inferior, a aplicação é mais discreta. É importante passar uma escova limpa para eliminar um pouco da sujeira do make e separar os fios. Antes de aplicar, tire o excesso do produto. "Os cílios inferiores são mais ralos, então a quantidade de máscara será menor", diz Cecília. O movimento para aplicação deve ser sutil, e a haste deve continuar na posição horizontal. "Basta pressionar a escova nos cílios, aplicando o produto em duas camadas", ensina.  
Para completar o visual, a profissional sugere uma sombra curinga, na cor malva. "Ela funciona tanto para a pele clara como para a escura, além de ressaltar a maquiagem de uma maneira não cansativa", diz. "Foge de cores básicas como a terracota", completa. Após a sombra, finalize o make limpando os cílios inferiores novamente com a escova limpa.

Saiba como evitar a queda dos cílios e preservá-los saudáveis e bonitos

  • Nunca dormir maquiada e evitar o uso de máscaras à prova d'água são algumas das dicas dos especialistas para evitar o enfraquecimento dos cílios Nunca dormir maquiada e evitar o uso de máscaras à prova d'água são algumas das dicas dos especialistas para evitar o enfraquecimento dos cílios
Além de terem a função de proteger os olhos das impurezas do ambiente, os cílios têm um forte apelo visual -  são um símbolo de feminilidade e sedução, fazem toda a diferença no rosto e um elemento importante para realçar a maquiagem. Basta reparar, um make up poderoso tem sempre muitas camadas de máscara nos cílios, praticamente uma unanimidade entre as mulheres e maquiadores.

Porém, na contramão dessa vantagem há um grupo de mulheres que sofre com falhas e ausência desses fiozinhos, por tê-los fracos e quebradiços, o que, em muitos casos, acaba comprometendo a estética e a beleza do olhar.

Por que os cílios caem
Assim como os fios de cabelo, os cílios também passam por ciclos: crescimento, transição, enfraquecimento e queda. "É um processo natural, mas quando em exagero é preciso entender o que está por trás do problema. A causa mais básica de perda excessiva de cílios está ligada à maquiagem. Há pessoas que são incompatíveis com alguns produtos", explica a dermatologista Inaê Cavalcanti Marcondes Machado, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologista e da Associação Internacional de Tricologistas.

A médica enfatiza que ao menor sinal de perda dos cílios, sem nenhum problema de saúde agregado, vale mudar a máscara de cílios. Além desse fator que atinge a maioria dos casos, alergias e efeitos colaterais de alguns tratamentos de saúde também podem levar à queda dos fios, sendo necessário uma anamnese investigação médica mais profunda para identificar a causa.


Máscara: vilã e aliada

Apesar de não ter confirmação científica, e justamente por isso divide a opinião dos médicos, alguns ativos químicos das máscaras podem ser a causa do enfraquecimento e, até mesmo, queda dos cílios. Na dúvida, o ideal é que sejam hipoalergênicas e fáceis de remover. "As versões à prova d'água são muito resistentes e difíceis de tirar, essa dificuldade pode favorecer a perda de muitos fios durante a remoção da máscara", acredita Inaê Machado.

Mesmo aquelas que não são à prova d'água devem ser retiradas com cuidado, a fim de preservar os cílios. Os médicos concordam que o demaquilante mais indicado deve ser hipoalergênico e específico para a área dos olhos, por não danificar os fios e ser eficaz para remover as máscaras. "Outra opção é usar um xampu para blefarite, que não precisa de receita, e tem base não iônica, para não arder, aplicado com algodão. Ele é específico para limpeza dos olhos", afirma o dermatologista e tricologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo.

E atenção: dormir com os olhos pintados, nem pensar. "A maquiagem acaba bloqueando a raiz dos cílios, onde estão as células-tronco que fazem novos fios nascerem, dificultando o bom funcionamento das mesmas", declara a dermatologista e cirurgiã plástica Alessandra Haddad, de São Paulo, que ressalta ainda que o uso de cílios postiços também deve ser evitado no dia a dia, pois a cola, assim como a aplicação e remoção, fragiliza os fios naturais – portanto reserve-os para ocasiões mais especiais.

No entanto, apesar de representarem um certo risco e aumentarem as chances de fragilizar os fios, ao mesmo tempo as máscaras são grandes aliadas para disfarçar falhas ou cílios muito finos e curtos. Com elas, os cílios podem parecer mais alongados, volumosos e com uma curvatura perfeita. O segredo é usar sem exageros, nunca dormir com o produto nos olhos e retirar com calma e cuidado para evitar o atrito que enfraquece os fios.

Curvador de cílios, perigo à vista


O acessório, indispensável para muitas mulheres que buscam pestanas impecáveis, exige cautela. "A orientação é não aplicar esses aparelhos nos cílios depois de aplicar a máscara, pois alguns componentes químicos podem deixar os fios mais fracos", declara Valcinir Bedin. "Outro motivo é o movimento de compressão do fio duro, por conta da máscara, em contato com o curvador, que favorece a quebra do cílio", diz Alessandra Haddad, que também destaca a importância de se usar um aparelho novo, de boa qualidade e de preferência com borracha siliconada para evitar danos aos pelos.


Como tratar o problema


O processo de recuperação, para repor os cílios perdidos, é relativamente simples. Além do implante – que é mais caro e complicado – e da aplicação de fios artificiais temporários, há tratamentos tópicos feitos com aplicação de ativos que estimulam o crescimento dos fios. O mais comum, e com eficácia comprovada, é o Bimatropost, uma substância usada para tratar o glaucoma, que quando aplicada na raiz dos cílios (jamais dentro dos olhos) estimula as células produtoras dos fios e atua na quantidade (mais cílios), espessura (mais grossos), comprimento (mais longos) e pigmentação (mais escuros).


Os resultados aparecem, em média, três meses após o início do tratamento, mas com quatro semanas de uso já é possível perceber alguma diferença. "Estou usando há dois meses e a diferença é enorme, em quantidade e, principalmente, no tamanho dos cílios. Em todo lugar me perguntam o que eu fiz, se estou com cílios postiços. No começo fiquei preocupada com a aplicação, mas é fácil de aplicar", conta a engenheira civil Fabiana Castro, 36 anos, de Itajaí (SC).

O acompanhamento médico é indispensável para o sucesso do tratamento. Inclusive, para comprar o ativo é preciso receita. Isso porque podem ocorrer efeitos colaterais como, por exemplo, escurecimento da pálpebra rente aos cílios (dando a impressão de olheiras) e, nos casos mais graves, escurecimento da íris (cor do olho) – fato raro mas que pode acontecer quando o ativo tem contato com o globo ocular, daí vem o motivo que torna o tratamento de pessoas com olhos claros um pouco mais delicado.

Técnicas temporárias


Existem alguns procedimentos, oferecidos em salões de beleza e clínicas de estética, que não duram muito tempo, mas disfarçam o problema com sucesso. A seguir, a esteticista Alinne Setoguchi, da rede Siluets, de São Paulo – cujo diferencial é o embelezamento do olhar e tem lojas em diversas cidades brasileiras – explica a aplicação e efeito de cada um deles.


Fio a fio
Indicado para correções de pequenas falhas, pouco volume e pelos muitos finos. Com uma cola especial para área dos olhos, a aplicação é feita fio a fio dando mais volume de forma natural. Dura de 15 a 20 dias. Preço: R$ 99, a sessão.

Cílios em tufos
O método é parecido com o fio a fio, porém a aplicação é feita em tufos de cílios. Indicado também para quem tem falhas, pouco volume ou fios finos, trazendo muito mais volume aos cílios. Ressalta os olhos mesmo sem máscara. Dura em média de 15 a 20 dias. Preço: R$ 89, a sessão.

Permanente de cílios
Indicada para realçar cílios retos, achatados e curtos, promove um efeito de curvatura natural. É feita uma aplicação de produtos específicos para área dos olhos e os cílios são modelados e curvados com pequenos bobes. Dura, em média, 8 semanas. Preço: R$ 95, a sessão.

Coloração de cílios
O objetivo é ressaltar os fios e dispensar o uso diário de máscara. Através do escurecimento dos fios claros e da coloração dos fios brancos, é feita uma pigmentação com produtos especiais para a área sensível dos olhos, e o resultado é realçar o olhar, como se estivesse com máscara. Dura, em média, 8 semanas. Preço: R$ 35, a sessão.


Fonte:http://mulher.uol.com.br/beleza/noticias/redacao/2015/03/16/veja-novas-tecnicas-para-cilios-que-prometem-deixar-o-olhar-mais-marcante.htm

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

DIETA DETOX PARA MELHORAR MUITO PELE E CABELOS