Pular para o conteúdo principal

SONHA EM TER OLHOS CLAROS ? CIENTISTA CRIA MÉTODO QUE ALTERA COLORAÇÃO DA ÍRIS CASTANHA PARA AZUL

A cirurgia não obtém o resultado de imediato. O laser age na íris iniciando o processo que dura cerca de 30 dias até a tonalidade ficar totalmente azul

Sonha em ter olhos claros? Cientista cria método que altera coloração da íris castanha para azul

Esqueça as lentes coloridas, em breve será possível trocar 'naturalmente' a coloração da íris castanha por azul! O procedimento ainda não tem prazo para ser liberado comercialmente, mas é possível se cadastrar e ser cobaia nos testes da clínica

Já pensou em ter olhos azuis naturais mesmo sem ter nascido com esta tonalidade? Até pouco tempo seria impossível, mas a ciência resolveu o problema. Quem está pensando que a solução são lentes 'eternas' na cor azul está errado. A resolução da equação é 'descolorir' a íris, apagando o castanho para mostrar a “nova” cor.
O procedimento, inédito no mundo, foi desenvolvido pelo cientista e médico norte-americano Gregg Homer e ainda está em fase de testes. Desde o início da descoberta, há cerca de 10 anos, 37 pacientes realizaram a cirurgia, todos com sucesso. A operação que só é feita na clínica de sua propriedade, a Stroma Medical, dura cerca de 20 segundos e utiliza apenas laser. Por mais que ainda não esteja sendo aplicada comercialmente, o preço estimado da transformação é de US$ 5 mil (R$ 19,2 mil).
Mesmo durando poucos segundos, a cirurgia não obtém o resultado de imediato. O laser age na íris e inicia o processo de despigmentação que dura cerca de 30 dias até a tonalidade ficar totalmente azul. A grande descoberta do método é que todo olho castanho possui no fundo, literalmente, uma íris azul. Basta despigmentar a 'cor superficial' e aguardar o fim do processo. O único problema é o fato do procedimento ser irreversível, uma vez azul, a coloração não poderá ser desfeita. O lado positivo é que a pequena cirurgia não necessita de anestesia e é indolor.
Por mais que Homer afirme que o procedimento não ofereça riscos à saúde, diversos oftalmologistas defendem o contrário. Entre os argumentos citados por quem é contra o processo está o fato de existir a possibilidade da despigmentação causar o aumento da pressão ocular e até glaucoma. Mesmo contra a recomendação de alguns médicos, mais de 30 mil interessados já se cadastraram para participarem dos testes gratuitos que a empresa oferece em caráter experimental. Para fazer parte da ação basta ter olhos castanhos com interesse em deixá-los azuis, preencher um formulário da clínica responsável e por fim, torcer (ou não!) para ser selecionado.

Fonte:http://ecoviagem.uol.com.br/noticias/curiosidades/ciencia/sonha-em-ter-olhos-claros-cientista-cria-metodo-que-altera-coloracao-da-iris-castanha-para-azul-18616.asp

A cirurgia não obtém o resultado de imediato. O laser age na íris iniciando o processo que dura cerca de 30 dias até a tonalidade ficar totalmente azul

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …