Pular para o conteúdo principal

CAUSAS DAS DOENÇAS E COMO ALCALINIZAR O SEU CORPO PARA VOLTAR A TER SAÚDE

gt_alimentacao_abrascao_seguranca_alimentar_not

Causas das doenças e como alcalinizar o seu corpo para voltar a ter saúde 

By  on

Você sabia que as doenças são o resultado de um sangue ácido?
Um corpo com sangue com pH ácido é um ambiente desprovido de oxigênio.
Quando uma célula é privada de 35% do seu oxigênio durante 48 horas, ela pode se tornar cancerosa.
Todas as doenças nascem em um ambiente ácido.
Por outro lado, onde existem oxigênio e alcalinidade, não há enfermidades, incluindo o câncer.
O oxigênio está em todas as células normais.
No entanto, as células cancerosas podem viver sem oxigênio.
Isso é uma regra.
Na maioria das vezes, o câncer é a consequência de uma dieta acidificante e de um estilo de vida sedentário, o que faz com que o corpo fique altamente ácido e muito pobre em oxigênio.
Como vimos, células normais não vivem sem oxigênio.
Mas as células cancerosas conseguem viver.
Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos.
A alimentação desempenha um papel fundamental nesse equilíbrio ácido-alcalino.
Quando finaliza o processo de digestão, de acordo com a qualidade do alimento, os carboidratos, as proteínas, as gorduras, as vitaminas e os minerais geram uma condição de alcalinidade ou acidez no organismo.
É muito importante saber quais são os alimentos ácidos e os alcalinos para que, de posse dessa informação, possamos fazer escolhas certas ou, se não, pelo menos conscientes.
Alimentos ácidos
– O açúcar refinado (o pior de todos)
– Leite e derivados (exceção o iogurte)
– Derivados de farinha refinada (biscoitos, bolachas, pizza, doces, bolos, etc.)
– Carnes
– Sal refinado
– Margarina
– Refrigerante
– Bebida alcoólica
– Bebidas com cafeína
– Medicamentos industrializados
– Tudo o que possui corantes, conservantes, estabilizantes, aromas artificiais, etc.
– Qualquer alimento cozido, incluindo legumes que, quando crus, são alcalinos (o cozimento remove oxigênio e acidifica os alimentos).
– Todos os alimentos industrializados
Alimentos alcalinos
– Frutas, principalmente o limão, que tem uma alto poder alcalinizante
– Os legumes e verduras crus (especialmente as folhas verdes)
– O painço, o único cereal alcalinizante e, portanto, excelente para a saúde. Por ser alcalino, depois de cozido, ele é apenas levemente acidificado
– Sementes como amêndoas
– Brotos e germinados
– O mel
– Água alcalina
– Água de coco (fresca)
– Babosa
Além da alimentação, quem quer alcalinizar o sangue e mantê-lo assim, precisa praticar regularmente exercícios.
Isso porque a atividade física oxigena o corpo, enquanto o sedentarismo acidifica.
Mas atenção: exercício em excesso é prejudicial e também acidifica o corpo.
Este é um blog informativo. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://verdademundial.com.br/2016/04/causas-das-doencas-e-como-alcalinizar-o-seu-corpo-para-voltar-a-ter-saude/

Beneficios da água alcalina Dr. Lair Ribeiro




Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …