Pular para o conteúdo principal

DIETA VEGETARIANA : DEZ DICAS PARA QUEM QUER PARAR DE COMER CARNE

Dieta vegetariana: como aderir (Foto: Ellen von Unwerth/ Arquivo Vogue)

Dieta vegetariana: 10 dicas para quem quer parar de comer carne

Quer seja por motivos de saúde ou por valores pessoais, muitas pessoas têm adotado a dieta vegetariana e abdicado do consumo de carnes. Embora a opção seja, em geral, bastante saudável, é preciso tomar alguns cuidados com a nutrição para evitar carências nutricionais e abuso de alimentos hipercalóricos – o macarrão pode parecer seu melhor amigo nesta nova fase, mas vá com calma! 

Patricia Davidson, responsável pela dieta de Bruna Marquezine, dá 10 dicas para quem quer aderir ao vegetarianismo

01/10/2016 - 09h01 - Atualizado 09h01 por ANITA PORFIRIO

Para ajudar na transição, convocamos a nutricionista Patricia Davidson, responsável pela dieta de Bruna Marquezine, que recentemente deixou de consumir carne. À Vogue, ela separou dez dicas para quem está começando a mudar de hábitos.

1. Faça exames de sangue. Às vezes é necessário organizar alguns parâmetros bioquímicos antes de cortar a proteína animal de forma brusca, ou pelo contrário, seus exames podem demonstrar que esse é o momento certo.

2. Procure um profissional capacitado para te ajudar a fazer a transição de forma equilibrada e saudável, respeitando seu momento orgânico e incluindo alimentos e suplementos que forem necessários.

3. Vá para a cozinha, o vegetarianismo defende o maior contato com a comida. Não busque alternativas práticas, invista em receitas alternativas e trabalhe as opções de acordo com seu paladar.

4. A dieta vegetariana não é uma dieta de emagrecimento. Muitas pessoas podem errar a mão na quantidade e acabar ganhando peso, até porque reduz-se a proporção de proteína e aumenta-se a de carboidrato. Por isso buscar alimentos de mais baixo índice glicêmico e com maior teor de proteína vegetal é importante para controlar o peso.

5. Dieta vegetariana não deve ser rica em queijos. Muitos clientes vegetarianos chegam comendo muitos derivados de lácteos. Além da produção láctea ser também uma forma de sofrimento animal, os laticínios podem ter altos teores de metais e podem promover o aumento de insulina no corpo, contribuindo para o ganho de gordura abdominal e o inchaço.

6. Varie os alimentos. Como o nome diz, a dieta é vegetariana, ou seja, baseada em vegetais. Quanto maior a diversidade, melhor o aporte de nutrientes. Na natureza podemos encontrar alimentos ricos em cálcio, ferro, proteína... E pela alimentação ter uma característica mais alcalina, esses nutrientes acabam sendo melhor aproveitados por organismo.

7. Acrescente uma fonte de vitamina C (ex: suco de limão) às refeições, pois isso ajuda a otimização da absorção do ferro de origem vegetal.

8. Cuide da sua saúde intestinal. Um intestino saudável é fundamental para metabolizar e aproveitar os nutrientes provenientes dos alimentos da melhor forma possível.

9. Não troque a carne animal por outro alimento, como um escape. É muito comum encontrar vegetarianos viciados em doce ou carboidratos. Construa uma alimentação saudável, sem vícios.

10. Fale com seus amigos e familiares. Quando expomos nossos objetivos e desejos, fica mais fácil levar o comprometimento adiante, assim eles não vão ficar te oferecendo carne vermelha no churrasco, por exemplo.

Fonte:http://vogue.globo.com/beleza/fitness-e-dieta/noticia/2016/10/dieta-vegetariana-10-dicas-para-quem-quer-parar-de-comer-carne.html

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…