Pular para o conteúdo principal

VEJA COMO O PADRÃO DE BELEZA DAS MULHERES MUDOU AO LONGO DE 3 MIL ANOS

Resultado de imagem para Veja como os padrões de beleza do corpo das mulheres mudou ao longo de 3 mil anos

Veja como os padrões de beleza do corpo das mulheres mudou ao longo de 3 mil anos

Cada época é marcada por padrões de beleza que dizem muito sobre o corpo de uma mulher.
Estas imagens, por exemplo, mostram que o “belo” mudou bastante ao longo de 3 mil anos e apontam que a beleza feminina vai adquirindo novas característica com o passar do tempo.
Mas o fato é que apesar de todas estas questões culturais, cada mulher é única e esconde seus encantos de forma particular.
Abaixo, você pode conferir algumas imagens que mostram a mudança ocorrida ao longo de 3 mil anos.
Veja só:
Veja como os padrões de beleza do corpo das mulheres mudou ao longo de 3 mil anos
O critério de beleza varia de acordo com o tempo. Imagens mostram como os padrões de beleza do corpo das mulheres mudou ao longo de 3 mil anos.
1. Egito Antigo (1292–1069 a.C.)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
2. Grécia Antiga (500–300 a.C.)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
3. Dinastia Han (206 a.C. — 220 d.C.)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
4. Renascimento (1400–1700)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
5. Era Vitoriana (1837–1901)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
6. Anos 1920
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
7. Época de ouro de Hollywood (1930–1950)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
8. Anos 1960
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
9. Época das supermodelos (1980)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
10. Anos 1990
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
11. A “beleza” atual (a partir do ano 2000)
Foto: Incrivel
Foto: Incrivel
Fonte: Incrivel
Resultado de imagem para Veja como os padrões de beleza do corpo das mulheres mudou ao longo de 3 mil anos
Os padrões de beleza dos últimos 70 anos


Vários ícones de beleza eternizaram os corpos almejados pelas mulheres ao longo do tempo. Muitas mudanças ocorreram e ainda prometem mexer com a cabeça das mulheres que buscam a silhueta ideal! Veja detalhes desses ícones e seus corpos perfeitos:


1. ANOS 40 e 50


Marilyn Monroe reinou durante muito tempo como símbolo máximo de beleza feminina. O corpo da loira virou símbolo sexual graças às suas coxas grossas, seios em formato de pera, barriguinha charmosa e madeixas loiras encaracoladas. Os braços também eram bem femininos e não tão magros. Fartura!


2. ANOS 60 e 70


No auge do movimento hippie a modelo e atriz Twiggy apresentou um corpo esguio e esquálido, sem muitas curvas, o que conferia um ar andrógeno para a londrina. Ela fez muito sucesso entre as garotas da sua época, que tentavam adotar o seu visual aparentemente rebelde. A mulher alta começava a ser cultuada!


3. ANOS 80 e 90


Madonna marcou o ínicio das mulheres que desejavam desenhar o corpo com sessões de musculação e atividades aeróbicas. Dançando ou na academia, a mulher dessa época desejou braços e pernas bem definidos e um corpo magro e atlético. Haja disposição!


4. ÍNICIO DOS ANOS 2000


Magreza e altura vieram definitivamente com a popularidade de Gisele Bündchen e a popularização do mercado da moda . Dietas mirabolantes e inibidores de apetite começam a fazer a cabeça das mulheres, que perdem a preocupação com saúde. Apesar da magreza, Gisele sempre conservou bustos médios e músculos femininos.


5. 2008


No final da primeira década do século XXI, o ideal de beleza femino mudou um pouco. Músculo mais exagerados, silicone, pele muito brozeada e cabelos lisos e loiros viraram febre. Juju Salimeni é uma das moças que ainda seguem esse padrão. A panicat tem coxas bem grossas, seios fartos e silicionados, adómen e panturrilhas malhadas e braços musculosos. Esse tipo de corpo feminino é o mais popular no carnaval e nas praias cariocas. Bem diferente de Marilyn, não é?


6. 2015


Segundo o Dr. Robert Rey, um dos cirurgiões plásticos mais famosos do mundo, o corpo feminino que será padrão de beleza nos próximos anos tende a ser mais natural do que o padrão atual. Seios pequenos e/ou naturais, menos músculos, nada de magreza excessiva. Algo como Kristin Cavallari: naturalidade e leves definições.


Qual padrão de beleza foi o melhor de todos os tempos? Comente!


Fotos: AP e Agnews.

Fonte: Terra

Postagens mais visitadas deste blog

LUTEÍNA COMBATE MANCHAS E FOTOENVELHECIMENTO DA PELE

A luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - proporciona um efeito fotoprotetor contra a radiação solar e artificial, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da peleFoto: Shutterstock
Luteína combate manchas e fotoenvelhecimento da pele
Estudos já comprovaram que a luz emitida por computadores, televisores e lâmpadas fluorescentes pode causar manchas na pele, assim como os raios ultravioleta (UVA e UVB). Mas, o que pouca gente sabe é que a luteína - antioxidante natural que reduz os efeitos dos radicais livres - pode proporcionar um efeito fotoprotetor contra todas essas radiações, além de aumentar significativamente a hidratação e a elasticidade da pele. Os benefícios desse ativo para a cútis começaram a ser valorizados há cerca de cinco anos quando a revista científica americana Skin Pharmacology and Physiology divulgou um estudo que apontou a luteína como uma poderosa arma antioxidante contra o fotoenvelhecimento cutâneo, causad…

PROCAÍNA,A SENSAÇÃO CONTRA VELHICE

Um novo tratamento contra o envelhecimento está se tornando uma sensação no Brasil. Embora sua aplicação com essa finalidade não seja tão recente, a procaína benzóica estabilizada ganhou força na mídia, e hoje já é utilizada principalmente pelas classes sociais mais abastadas. Além de retardar o envelhecimento, o GH3, nome comercial da procaína, promete equilíbrio nos sistemas corporais, melhora na circulação sangüínea e combate à depressão. O geriatra e ortomolecular Eduardo Gomes e Azevedo trabalha com o GH3 há 27 anos, sendo inclusive usuário do medicamento. Ele alertou que o medicamento não faz milagres, apenas tem eficácia se utilizado num tratamento multidisciplinar. Azevedo contou que, no GH3, a procaína é somada ao metabissulfito de potássio, fosfato bissódico e ácido benzóico, diferente da procaína utilizada como anestésico. "Quando no organismo, a procaína benzóica se metaboliza, transformando-se no ácido para-amino-benzóico e no dietil-etanol-amino. Esses elementos são …

UC-II - COLÁGENO NÃO DESNATURADO,O QUE É ? - FANTÁSTICO SUPLEMENTO DERIVADO DA CARTILAGEM DO FRANGO

UC-II COLAGENO NÃO DESNATURADO DUAS VEZES MAIS ATIVO DO QUE CONDROITINA + GLUCOSAMINA A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos primários do corpo, proporcionando flexibilidade e suporte para as articulações ósseas. O colageno tipo II não desnaturado, é a principal proteína estrutural na cartilagem que é responsável pela sua resistência à tração e firmeza. Derivado de cartilagem de frango, UC-II® consiste em colágeno tipo II não desnaturado que age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações. UC-II® tem sua composição patenteada, e demonstrou a sua eficácia em estudos clínicos em humanos. Descrição O colágeno é uma proteína fibrosa presente na pele, tendões, ossos, dentes, vasos sangüíneos, intestinos e cartilagens, correspondendo a 30% da proteína total e a 6% em peso do corpo humano. Também é encontrada em diversos tecidos de animais. UC-II® é um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartil…